Arquivos do Blog

Pulseira inovadora avisa familiares quando alguém com epilepsia sofre uma convulsão

Sempre acreditei no poder que o design tem de mudar a vida das pessoas para melhor. Aliás, pra mim essa é a função primordial do design, que aliado à tecnologia, tem feito a diferença com avanços significativos na qualidade de vida de todos nós.

Nunca se falou tanto em wearables, dispositivos “vestíveis”, como agora. E nessa onda, surgiu o Embrace, um relógio bem bonito, elegante e fácil de usar, mas que antes disso tem uma funçãoprimordial na vida de muitas pessoas: ele pode detectar um ataque epiléptico ou uma convulsão e pedir socorro imediato.

Isso é possível porque o dispositivo monitora diversas funções do corpo e, ao detectar o ataque ou convulsão, imediatamente lança o aviso, através de um aplicativo, para os amigos ou parentes que a pessoa relacionou como contatos de emergência, poupando assim, um tempo precioso que pode salvar vidas.

embrace_by_empatica_on_indiegogo_2-700x466

De acordo com o Instituto de Medicina, uma em cada 26 pessoas irão sofrer um ataque epilético em algum ponto de sua vida nos Estados Unidos. Atualmente, 65 milhões de pessoas convivem com a epilepsia e, no Brasil, esse número chega a 3 milhões. Nem precisamos reforçar a importância de um produto como esse.

No vídeo abaixo você confere mais detalhes:

 

e_e_04_colors_3-1024x768

e_D_kids_01-1024x768

3040660-inline-i-2-an-epilepsy-tracker-so-beautiful-even-non-copy

embrace_by_empatica_on_indiegogo_5-700x466

Descobrimos que é possível encomendar o relógio Embrace para o Brasil na loja virtual Empática, nesse link.

 

Fonte: Redação Hapyness

VEJA A CHOCANTE DIFERENÇA DO PULMÃO NORMAL E O PULMÃO DE UM FUMANTE

Todo mundo sabe que fumar é uma prática muito prejudicial a saúde.
É comprovado que pessoas que fumam vivem em média 12 anos a menos que pessoas não-fumantes.
Esse video sinistro que você vai ver a seguir não só mostra a diferença na aparência entre os pulmões de um fumante e um não fumante, mas também compara a capacidade pulmonar de cada um.
Aliás, se você é tabagista, este video abaixo vai fazer com que você repense essa questão em apenas seis segundos!

Fonte: Curiosidades Terra

Retenção de líquidos: elimine inchaço através dos alimentos

inchaco-espinafre

Você está quieta no seu canto, sem comer nada. E, ainda sim, sente-se inchada? A culpa pode estar na retenção de líquidos. São muitos os fatores que a provocam, entre eles nossa própria alimentação. E é por aí que vamos começar a aliviar este peso extra.

O inchaço pode ter várias origens: excesso de peso, sedentarismo, má alimentação e o acúmulo de substâncias tóxicas no organismo. A retenção de líquidos acontece pelo extravasamento de um fluido pobre em proteínas do sangue, que sai dos vasos sanguíneos em direção aos tecidos subcutâneos e tem dificuldade de ser eliminado.

Quanto à alimentação, a causa pode estar no consumo de sal em excesso – na maior parte das vezes, “escondido” nos alimentos processados, como enlatados; e nas comidas prontas, como congelados.

Como diminuir os efeitos do sódio
Para amenizar os efeitos do sódio, a minha dica é simples. E perfeita para estes dias mais quentes. O antídoto são folhas verdes nas saladas. Ricas em potássio, sua presença decora o prato, aporta fitonutrientes e combate a retenção de líquidos.

Na hora de fazer a feira, aposte em alface, espinafre, rúcula e agrião. Pepino e aspargos também são excelentes diuréticos, pois têm 90% de água e ajudam na missão de equilibrar nossa saúde.

Consumir sucos detox também ajuda – e muito.

Fonte: Lucilia Diniz

 

Maternidade incentiva o parto humanizado em João Pessoa

Parto humanizado é incentivado em maternidade de João Pessoa. Método apresenta vários benefícios, como menor risco de infecção, recuperação mais rápida, melhor produção de leite, estreitamento de laços entre mãe e bebê, dentre outros fatores.

Cada vez mais mulheres procuram o parto humanizado no Brasil (Foto: Jackie Davies)

Cada vez mais mulheres procuram o parto humanizado no Brasil (Foto: Jackie Davies)

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), em conformidade com o Ministério da Saúde, vem incentivando o parto normal que traz inúmeros benefícios para mãe e bebê. Com esse método humanizado o risco de infecção é menor e a recuperação é mais rápida. Em João Pessoa, as mães têm esse suporte na Maternidade Cândida Vargas, no bairro de Jaguaribe.

O processo de incentivo ao parto normal deve se iniciar durante o pré-natal, ainda nas Unidades Básicas de Saúde, de acordo com o Ministério da Saúde. Na Maternidade Cândida Vargas, quando a paciente chega para ter o filho, o processo começa com o acolhimento e a classificação de risco. A partir daí, inicia-se o acompanhamento com a equipe de médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas e doulas.

A diretora geral da instituição, a ginecologista/obstetra Ana de Lourdes Fernandes, explicou que a recuperação de um parto natural é muito mais rápida, sem contar que é mais saudável para mãe e bebê. “A paciente fica mais ativa para cuidar do filho e o tempo de internação é bem menor”, explicou.
Na Maternidade, as mães contam com o apoio de uma equipe multiprofissional composta por fisioterapeuta, enfermeiros, médico e doula (pessoa que cuida) para tornar esse momento o mais confortável possível.

Vantagens

“O risco de infecção é menor, a recuperação é mais rápida, favorece a produção de leite, estreita os laços sentimentais entre a mãe e o bebê, melhor recuperação, o útero volta ao tamanho normal mais rapidamente, entre outros”, explicou Ana de Lourdes.

Para o bebê, a intervenção mais humanizada também é vantajosa. O bebê, ao passar pelo canal do parto, sofre compressão do tórax, o que elimina boa parte do líquido amniótico que traz nos pulmões, favorecendo a respiração.

Após o nascimento por parto normal, o bebê pode ser colocado em cima da mãe. Esse primeiro contato, além de importante para a mãe, será fundamental para o bebê. Ainda no momento do parto, o organismo da mulher libera dois tipos de hormônios, sendo eles a ocitocina e a prolactina, que ativam a liberação do leite para alimentação do bebê.
Uma das mães que optou pelo método humanizado foi Bruna Genuíno, 25 anos, que vai dar a luz à terceira filha de parto normal. “Não sofri no pós-operatório e me recuperei mais rápido”.

A camareira Ítala Gabriana, 24 anos, é exemplo de quem já passou por uma intervenção cirúrgica, mas resolveu tentar a forma natural de parto. Ela teve a primeira filha por meio de uma cesariana, já no segundo parto, optou pelo método natural no Cândida Vargas. “Depois de já ter experimentado os dois métodos para ter filhos, posso considerar que o parto normal foi muito melhor para mim e o bebê”, contou.

 

Informações da Prefeitura Municipal de João Pessoa

Sucos detox

VERDE

Sucos detox são tudo de bom. De maneira prática e rápida, fazem as toxinas que ingerimos serem eliminadas, promovendo uma limpeza interna que facilita o processo de emagrecimento.

Obs.: Dê preferência à água de coco natural, pois as de caixinha não têm os mesmos valores nutricionais.

 

Ingredientes

2 folhas de couve

1 colher de sopa de gengibre ralado ou em pedaços

2 colheres de sopa de suco do limão

3 gotas de pimenta Tabasco

300 ml de água de coco

 

Modo de fazer

Coloque todos os ingredientes no liquidificador.

Junte o suco de limão e as gotinhas de pimenta.

Bata, adoce a gosto e sirva gelado!

Conheça 15 dicas para ter uma alimentação saudável

Alguns hábitos alimentares melhoram a saúde e o bem-estar

UploadImagens_Noticia00645Imagem01

 

É indiscutível a importância, do ponto de vista nutricional, de uma alimentação adequada em qualquer idade para assegurar o crescimento e o desenvolvimento fisiológico, a manutenção da saúde e do bem-estar do indivíduo.

Ao longo da história, a alimentação tem sido uma constante preocupação, seja pela falta, abundância, ou pelo tipo de comida ingeridos. Não basta ter acesso aos alimentos, para uma boa alimentação é igualmente importante escolher os componentes certos e nas quantidades certas, nas diferentes fases da vida.

A comida que ingerimos tem um grande impacto em nossa saúde e bem-estar. Ao manter a forma física e alimentar-se de forma adequada, reduz-se o risco de desenvolver doenças relacionadas à alimentação, como doenças do coração, diabetes e câncer, além de proteger-se contra infecções, já que os nutrientes reforçam as defesas do organismo.

Para adotarmos uma dieta equilibrada, devemos seguir alguns passos:

1- Realizar de cinco a seis refeições por dia

Não podemos esquercer de todas as refeições (desjejum, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia), que devem ser feitas de três em três horas. Essa prática obriga-nos a comer menos em cada uma delas, já que não haverá longos períodos de jejum. Ótimas opções de lanche entre as principais refeições são as frutas secas, como damasco, banana, uva, maçã e abacaxi e as oleaginosas, como nozes, castanhas, pistache, amêndoa e avelã.

2- Incluir cereais integrais no cardápio

Há vários produtos que consumimos diariatemente que podem ser substiruídos por suas versões integrais, como arroz, pão e macarrão integrais. Já os cereais como aveia, quinua, amaranto, centeio e cevada, podem fazer parte de algumas de nossas refeições.Eles são ricos em fibras que causam saciedade, auxiliam no controle dos níveis de glicose e colesterol sanguíneos, além de regularizarem o trânsito intestinal;

3- Ingerir frutas, verduras e legumes

Esses três tipos de alimento não podem ficar fora da dieta. Devemos comê-los diariamente, dando preferência às de época e orgânicas, que possuem maior teor nutritivo – são fontes de vitaminas e minerais que estimulam o sistema imunológico e protegem contra vírus e infecções.

4- Reduzir o consumo de carnes gordurosas

Carne vermelha e carne de porco são ricas em gordura saturada, que não fazem bem ao nosso organismo. Dê preferência a carnes magras (peixes, peito de frango), se possível na sua forma orgânica.

5- Evitar as frituras em geral

Sempre que for escolher um alimento, fuja das frituras. Prefira preparações cozidas, assadas e grelhadas, que possuem menos óleos e calorias.

6- Utilizar o sistema “a vapor”

Ao cozinhar os legumes, use este método. Ele ajuda a preservar melhor os nutrientes e ainda evita adição de gordura aos legumes.

7- Preferir os óleos vegetais prensados a frio

Eles são ricos em gorduras insaturadas benéficas ao organismo e auxiliam na redução dos níveis de colesterol. Entre esses olhos estão: azeite de oliva extravirgem, óleo de linhaça, óleo de macadâmia, óleo canola, óleo de gergelim etc.

8- Diminuir a ingestão de produtos embutidos

Os alimentos industrializados são ricos em sódio, açúcar refinado e gordura trans. Todas substâncias, se consumidas em excesso, são nocivas ao organismo.

9- Reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e refrigerantes

Quando não houver tempo para preparar um suco de frutas natural, optar pelos sucos prontos orgânicos ou chás gelados. Essas opções são mais benéficas e refrescantes do que bebidas alcoólicas e refrigerantes.

10- Evitar a ingestão de líquidos durante as refeições

Esse hábito atrapalha o processo digestivo, podendo causar gases e constipação. Além disso, ele dificulta a perda de peso.

11- Cuidado com a adição de sal nos alimentos

Use outros temperos para realçar o sabor dos alimentos, como as ervas aromáticas: alecrim, orégano, açafrão, cominho e tomilho.

12- Evitar o consumo exagerado de açúcar

Use adoçantes naturais como o extrato de agave, que possui baixo índice glicêmico, ou seja, é absorvido lentamente pelo organismo, além de conter minerais, como ferro, cálcio, potássio e magnésio;

13- Fazer as refeições em local calmo

Lembre-se de ficar longe da televisão e mastigar bem os alimentos. Uma boa mastigação estimula o centro da saciedade e, assim, é possível satisfazer-se com menores quantidades de comida.

14- Ingerir mais água

São necessários cerca de oito a 10 copos de água todos os dias para garantir a hidratação adequada, melhorar o funcionamento do intestino, facilitar a filtração do sangue e desintoxicar o organismo.

15- Praticar exercícios físicos regularmente

Além de prevenir o sobrepeso e a obesidade, melhora a oxigenação, a circulação sanguínea, aumenta a disposição e a resistência do organismo.

 

Fonte: Minha Vida

Empresa aposta em cerveja com poucas calorias para ser consumida após o exercício

Bebida também promete acelerar a recuperação dos músculos após exercícios

CERVEJA_EXERCICIO_MATERIA

 

A cerveja pode ser a melhor forma de relaxar depois de uma dia ou atividade cansativa. Mas não é exatamente a mais saudável, por ser bastante calórica e diurética, sem contar uma possível ressaca no dia seguinte.
Uma cervejaria canadense, entretanto, quer mudar esse conceito. A Lean Machine Ale é uma cerveja leve, contém apenas 77 calorias e um teor alcoólico de 0,5% (contra 4,7% das cervejas mais comuns no Brasil). Além disso, contém anti-oxidantes, 7g de proteínas e sete vitaminas diferentes. E não contém glúten.

De acordo com o site springwise, a canadense VAMPT Brands faz a pré-venda de 24 latinhas da Lean Machine Ale por US$ 150 – R$ 360, aproximadamente. O preço, como percebemos mais uma vez, ainda é uma das barreiras da inovação ao redor do mundo. Como sugerem os especialistas, não basta inovar, é preciso, para ganhar escala, oferecer acesso a um maior número de consumidores.

 

Fonte: Estadão

5 motivos para você nunca mais tomar refrigerante. Um veneno legalizado.

Refrigerantes-e-Bebidas-8

A essa altura dos acontecimentos, com certeza você está cansado de saber que refrigerante faz muito mal. Sem nenhum valor alimentício, essa água açucarada engorda, leva à obesidade, câncer e diabetes, além de outros vários males que não recebem muita atenção nas discussões sobre saúde, mas que mostramos neste artigo, esperando levar você para os sucos naturais, chás e outras bebidas saudáveis.

 

ENVELHECIMENTO ACELERADO

Tanto faz normal, diet, light  ou zero não importa, TODOS os refrigerantes contêm fosfato, ou ácido fosfórico, uma substância que dá à bebida o seu sabor típico e aumenta o tempo de vida dela. Em excesso ele pode levar a problemas cardíacos e renais, perda muscular e osteoporose. Mais do que isso, um estudo provou que provoca o envelhecimento precoce e acelerado.

A pesquisa demonstrou que os níveis de fosfato fizeram com que ratos de laboratório morressem cinco semanas mais cedo do que outros cuja alimentação tinha níveis normais da substância.

 

PODE CAUSAR CÂNCER

O Centro de Ciências para o Interesse Público solicitou à Administração de Alimentos e Drogas americana que proibisse o corante artificial caramelo usado na fabricação da Coca-Cola, Pepsi e outros refrigerantes marrons. A razão foi que dois contaminantes na coloração, 2-metilimidazole e 4-metilimidazol, causaram câncer em animais. De acordo com uma lista de 65 produtos químicos sabidamente causadores de câncer, bastam 16 microgramas de 4-metilimidazol ao dia, por pessoa, para representar uma ameaça de câncer. E atenção: qualquer refrigerante (normal, diet, zero) contêm 200 microgramas por 570 ml.

 

APODRECE OS DENTES E PROVOCA PROBLEMAS NEUROLÓGICOS

Dentistas norte-americanos deram o nome de um refrigerante para uma doença que eles observam em enorme quantidade de crianças que o bebem – “Boca Mountain Dew”. As crianças acabam com a boca cheia de cáries causadas por níveis de açúcar em excesso. Além disso, um ingrediente chamado óleo vegetal bromado, usado pelos fabricantes para evitar que o aroma separe-se da bebida, é um produto químico usado como retardador de chamas em plásticos.  O produto químico tem sido conhecido por causar distúrbios de memória e perda nervosa quando consumido em grandes quantidades.

 

LATAS TÓXICAS

Mas não é somente o refrigerante em si que causa problemas. As latas de alumínio onde eles são acondicionados são revestidas com uma resina chamada bisfenol (BPA), usada para impedir os ácidos do refrigerante de reagirem com o metal. A BPA prejudica os hormônios e tem sido associada a tudo, desde a infertilidade e a obesidade até a algumas formas de câncer. E, enquanto a Pepsi e a Coca-Cola estão envolvidas numa guerra para ver qual delas será a primeira a criar uma garrafa de plástico 100% baseada em plantas que elas anunciam como “sem BPA”, nenhuma empresa se mostra disposta a retirar a substância das latas de alumínio.

 

POLUIÇÃO DA ÁGUA

Os adoçantes artificiais usados nos refrigerantes diet não se desmancham em nosso organismo, nem o tratamento de águas residuais consegue separá-los, antes que contaminem os cursos de água. Em 2009, cientistas suíços testaram amostras de água tratada, rios e lagos da Suíça e detectaram níveis de acessulfame K, sucralose e sacarina em todos, substâncias usadas em refrigerantes diet. Um teste recente em reservatórios de água municipais nos Estados Unidos também revelou a presença de sucralose em todos eles, que além de fazer mal aos humanos, interfere com os hábitos de alimentação de muitos organismos.

%d blogueiros gostam disto: