Arquivos do Blog

Gadget inovador ajuda pais a localizar seus filhos perdidos pelo smartphone

Não chega pra substituir a atenção que um pai deve dar pra um filho, mas é mais uma inovação no segmento de localização de crianças, um passo inevitável com o advento do GPS, Wi-Fi ou Bluetooth.Guardian é uma espécie de pulseira pra crianças, que envia informações para o smartphone dos pais acerca do paradeiro dos pequenos.

O Guardian consiste então em duas coisas: a pulseira (que pode ser colocada também no pé ou presa na camiseta) à prova d’água e um aplicativo pra iOS. Com ele, os pais podem conectar seus smartphones aos braceletes dos filhos e assim receber informação via Bluetooth 4.0. Os pais podem configurar o sistema pra um perímetro de segurança (máximo de 70 metros) e, caso a criança saia ou seja levada pra fora desse espaço, serão notificados.

Uma das mais legais inovações do Guardian é que ele, qual rede social, permite compartilhar informação com outros pais. Ou seja: desde que eles também possuam o app, vão ser informados do “sumiço” da sua criança. Assim, quem estiver mais próximo pode localizá-la com a ajuda do Guardian e você será avisado através da nuvem. O vídeo abaixo mostra isso mesmo:

Guardian6

Guardian5

Guardian4

Guardian3

Guardian1

O aparelho funciona com uma bateria substituível que, dependendo do uso, pode durar até 12 meses. Ele já pode ser pré-encomendado para os Estados Unidos por 24,95 dólares – aqui.

Aponte esse scanner pra sua comida e ele dirá quantas calorias possui

Alimentação saudável é uma tema recorrente em nosso cotidiano. Dietas e mais dietas surgem a todo momento para nos ajudar a perder peso, o que muitas vezes não acontece. Uma das grandes causas é a falta de conhecimento sobre o que podemos comer, ou simplesmente saber quantas calorias tem o alimento que vamos consumir na hora do almoço, por exemplo, com o prato na sua frente.

Pra suprir essa necessidade de sabermos exatamente o que estamos comendo, e de forma fácil e intuitiva, a empreendedora Isabel Hoffman e o professor de matemática Stephen Watson desenvolveram o TellSpec, um aparelho scanner em que basta você apontá-lo para a comida (mesmo se estiver em embalagem de plástico e vidro) e esperar um bipe. O aparelho então analisa os resultados usando um algoritmo e envia um relatório para seu smartphone dizendo que alérgenos, substâncias químicas, nutrientes, calorias e ingredientes estão na comida – simples assim, e tudo isso em segundos.

A ideia surgiu por conta da filha de Isabel, que tem intolerância a glúten, e elas precisavam checar e averiguar se o alimento tinha ou não glúten, não apenas no supermercado. E o mais interessante é que o resultado vai além dos rótulos do produto, pois tem uma explicação para cada ingrediente detectado, o que facilita a  vida de nós leigos, que não sabemos o que é tartrazina, por exemplo.

20130920172403-Goup1_updated

20130920172304-2.bread_

20130920172138-1.cornchip

20130920172014-640x480

20130920171528-3.Truffle_640x480

Como ele detecta todos os ingredientes?

A luz é feita de partículas chamadas fótons. Quando o feixe de laser de baixa potência ‘scanneia’ a comida, alguns dos fotões são absorvidos, elevando os estados de energia das moléculas no alimento. Fótons de energia mais baixos são, então, refletidos de volta. O espectrômetro dentro do TellSpec scanneia esses vários tipos de fótons e os contabiliza. Os números resultantes, denominado espectro, descrevem os compostos químicos nos alimentos.

20130920172918-WithoutLogo_2

Este espectro é carregado para um motor de análise, onde são analisadas e correlacionadas com outros espectros de referência. Informações sobre os alérgenos, substâncias químicas, nutrientes, calorias e ingredientes nos alimentos são então transferidas para você e exibidas em seu smartphone.

20130920173052-5Process

O produto é revolucionário, e está em um site de crowdfunding para ser produzido, clique aqui para acessá-lo. Veja o vídeo feito para angariar os valores:

Faltam menos de 20 dias para finalizar o financiamento, e o valor já foi atingido, o produto entrará no mercado em cerca de 2 anos, a um valor inicial aproximado de 150 dólares.

 

Fonte: Hypeness

%d blogueiros gostam disto: