Arquivos do Blog

Extraterrestres existem? Por que ainda não convivemos com eles?

A cientista e escritora Maria Pereda (M.C. Pereda) e a metafísica Cris D Paschoal são entrevistadas por Lucimara Parisi, sobre a possibilidade de vida extraterrestre, como eles são e o motivo de ainda não conviverem conosco.

Anúncios

Cientista da NASA diz que estamos em uma Matrix criada por aliens

matrix aliens
Rich Terrile poderia ser apenas mais um doido com uma teoria a respeito do universo em que vivemos.

O problema é que o sujeito é diretor do Centro de Computação Evolucionária e Design Automativo no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA. Ou seja, ele pode saber do que está falando.

Qual é a teoria?

Segundo Rich, vivemos em uma simulação controlada por uma espécie de “programador”, em uma espécie de Matrix. Porém, nada de agentes ou Neo: o responsável pelo controle seria do futuro. A explicação é que a Lei de Moore, que cita a evolução no processamento de máquinas (ele dobra a cada dois anos) permite que isso seja teoricamente possível em algum momento.

O tal simulador seria capaz de criar a nossa realidade e simular o curso da humanidade por vários motivos, desde pura diversão até recriar momentos da História. O poder é tanto que ele seria capaz de controlar todas as bilhões de pessoas que vivem no mundo e fazer com que todas sintam, ajam e nunca desconfiem que estão sob controle. Por mais maluco que isso pareça, filósofos e outros cientistas, como Nick Bostrom, chefe do Oxford University Future of Humanity Institute, começaram a encarar esse conceito como algo possível.

Pegando a pílula azul

Em entrevista ao site VICE, Terrile afirma que nossa consciência é algo “mágico” e bem arquitetado demais para não ser fruto de uma simulação por computador. Segundo ele, a consciência pode ser passada para uma máquina em até trinta anos utilizando engenharia reversa em nosso cérebro ou evoluindo os circuitos a ponto de chegarem em nossa velocidade de sinapses.

“O mundo natural se comporta exatamente da mesma forma que o ambiente de Grand Theft Auto IV”, viaja o cientista, afirmando que já estamos avançados em termos de simulação no sentido de fazer com que enxerguemos somente “o que precisamos ver quando precisamos ver”. Ele ainda acredita em uma partícula fundamental e indivisível que é capaz tanto de gerar o universo de verdade quanto o simulado, criando um paralelo matemático que possibilita uma Matrix equivalente e realista.

“Eu encontro grande inspiração nisso [a teoria] e vou contar o porquê: ela me diz que estamos à beira de construir um universo simulado e que ele pode se tornar algo vivo dentro de uma simulação. (…) E nossas simulações podem criar simulações. O que acho intrigante é que, se existe um criador para nosso mundo no futuro e ele será nós, isso também significa que há um criador para o nosso mundo e ele também é composto por nós.

Isso significa que somos tanto Deus quanto servos de Deus e que fizemos tudo. O que acho inspirador é que, mesmo em uma simulação com muitas ordens de magnitude até níveis de simulação, algo no caminho escapou da “sopa primordial” para virar a gente e isso resultou nas simulações que nos fizeram. E acho que isso é muito legal”, conclui.

 

Fonte: Engenharia é:

NASA resolveu preparar astronautas para se comunicar com alienígenas

Escute o sinal de rádio captado por Jerry R. Ehman. A única evidência que poderia provar a existência de vida extraterrestre, já obtida

sinal-wow-noticias-the-history-channel

O sinal conhecido como “Wow!” é, provavelmente, a única prova de inteligência extraterrestre obtida até hoje. Trata-se de um sinal de rádio captado pelo astrônomo Jerry R. Ehman, no marco do projeto SETI (Search for ExtraTerrestrial Intelligence, em inglês), em 15 de agosto de 1997, no rádio-observatório da Universidade Estadual de Ohio, nos EUA. Ele teve uma duração de 72 segundos e foi emitido a uma frequência de 1420 MHz, característica do hidrogênio neutro, o elemento mais comum em nosso universo.

Com uma potência 30 vezes superior à radiação do fundo de um micro-ondas, o som foi muito próximo ao que se esperava de um sinal inteligente vindo do espaço; por isso, Jerry R. Ehman escreveu “Wow!” onde apareceu a anomalia. Em relação à sua origem, foram consideradas hipóteses diferentes: uma transmissão extraterrestre, cuja fonte de emissão seria um equipamento poderoso, próprio de uma civilização muito mais avançada que a nossa, pois alcançou uma potência de 2.2 gigawatts; uma transmissão com origem na Terra e acidentalmente refletida em um satélite, o que é pouco provável, se considerarmos que sinais emitidos a 1420 MHz estão proibidos em todo o mundo por razões astronômicas; ou um evento astrofísico completamente desconhecido.

Ao rastrear a fonte de emissão, foi encontrada uma região na constelação de Sagitário, onde, para a surpresa dos cientistas, não existe nenhuma estrela. No entanto, o sinal possui um formato de frequência modulada (AM/FM), o que é característica de técnicas inteligentes. Sendo assim, foi apresentada uma hipótese que aponta para uma origem extraterrestre, já que o sinal pode ter vindo de algum veículo que estava passando. Sem poder precisar com certeza a fonte de procedência do “Wow!”, é possível afirmar apenas que se trata de um mistério absoluto, único e nunca mais presenciado. Portanto, não deixe de ouvir o registro desse som incrível:

 

Fonte: History

OVNI detectado na Alemanha causa transtorno em aeroporto

Pelo menos um voo foi cancelado e outro teve que mudar de percurso devido ao misterioso objeto voador, sendo que vários foram atrasados

248118434006499849

Um objeto voador não identificado, também conhecido como OVNI, foi detectado na cidade de Bremen, Alemanha, ocasionando bastante furor local. O objeto sobrevoou a área do estádio do Werner Bremen, sendo registrado por diversas câmeras (muitos supostos vídeos já podem ser encontrados na internet, apesar de quase todos possuírem baixa qualidade).

O episódio foi confirmado pela polícia local e investigações estão sendo realizadas para identificar tal objeto. Conforme relatos do porta-voz da polícia alemã, o OVNI podia ser visto a 300 metros de altura e aparecia e sumia dos radares do aeroporto da cidade constantemente, ocasionando certa confusão na torre de controle da região. Devido a esse fato, o tráfego aéreo foi interrompido momentaneamente (os voos do OVNI foram observados por aproximadamente três horas).

Os mais supersticiosos acreditam que o objeto pode ser algum tipo de disco voador. Descrições do próprio porta-voz dizem que o objeto aparentava ter luzes normais, vermelhas e verdes, com um formato semelhante a um avião. O alemão Dominique Höber, morador da região em que o OVNI sobrevoou, disse que a estrutura parecia com um avião, porém muito mais iluminada e barulhenta. Segundo Höber, o objeto voou a cerca de 100 e 200 metros de altitude de sua casa.

As autoridades alemãs estão coletando informações de testemunhas, como fotografias ou vídeos das pessoas que viram o suposto OVNI na região. Você pode conferir um desses vídeos acima. Contudo, até o momento, não se sabe o que ocasionou o transtorno nos radares do aeroporto de Bremen e que objeto voador é esse.

 

Fonte: Terra

 

%d blogueiros gostam disto: