Arquivo da categoria: Segurança

Ao invés de brigar, taxista decide oferecer serviço tão bom quanto Uber

A briga de taxistas com motoristas que usam o aplicativo Uber vem se intensificando em todo o país.

Mas muitos passageiros ressaltam a diferença de tratamento, atendimento e serviço, detalhes que fazem a diferença na hora de escolher com quem vai fazer a corrida.

Diante disso, um taxista de Belo Horizonte resolveu fazer diferente: em vez de violência, passou a oferecer atendimento melhor que seus concorrentes.

Para isso, instalou em seu táxi um display com revistas e jornais, além de também oferecer barrinhas de cereal, bombons e água mineral.

Marco prefere atitudes simples que realmente fazem a diferença em vez de agredir outros motoristas.

taxista_capa

Fonte: Catraca Livre

Anúncios

Caminhão com painel na traseira mostra se a ultrapassagem é segura

Caminhões em pista unica são um grande problema, porque acabam tapando a visão do veículo atrás para a ultrapassagem e podem gerar diversos acidentes – o que já acontece nas pistas de todo o mundo. A Samsung pensou nisso ao criar grandes painéis na traseira do caminhão que mostram a situação à frente, ou seja, apesar daquele trambolho o motorista pode fazer uma ultrapassagem segura sem colocar vidas em risco. Na parte da frente é colocado uma câmera onde é transmitido para o painel toda movimentação, além de ter uma versão noturna do sistema.

O protótipo do caminhão já foi testado, mas não existem exemplares nas estradas. A empresa disse estar trabalhando em conjunto com os governos locais para otimizar o sistema para utilização. A Samsung tem sido capaz de mostrar e confirmar que a tecnologia funciona e pode salvar a vida de muitas pessoas.

3

2
1

 

Menino sente que irmão gêmeo idêntico está em perigo momentos antes de polícia visita-lo para dizer sobre morte da criança

Um garoto gêmeo idêntico de um menino de nove anos de idade, que foi morto em um acidente, sentiu que seu irmão estava em perigo antes mesmo da polícia dar a trágica notícia para sua família.

A desolada mãe, Sionaid Brown, contou como seu filho, Zachary, disse que estava convencido de que havia algo de errado com o seu irmão Logan, que estava fora visitando amigos.

Sionaid passou duas horas procurando Logan depois que ele não apareceu em casa ao sair para visitar amigos na terça-feira (10) à noite.

]

Gêmeo idêntico Zachary sentiu que irmão estava em perigo antes mesmo da família saber de sua morte, após ser atropelado enquanto voltava da casa de amigos.

Apesar de ouvir sirenes da polícia, a mãe, de 31 anos de idade, não tinha ideia de que seu filho tinha sido atropelado por um carro perto de Glenrothes, na Escócia.

Ele foi levado para o Hospital Victoria, em Kirkcaldy, mas os médicos não conseguiram salvá-lo dos graves ferimentos.

De acordo com a mãe, o filho havia ido ver alguns amigos e ela o tinha pedido para voltar antes de escurecer. Mais tarde, seu filho Zachary, sem saber sobre o acidente, disse a ela que encontrasse Logan, pois algo tinha acontecido.

333

As causas do acidente ainda não foram reveladas e a polícia continua a investigação.

Logan deixou para trás quatro irmãos. Seu pai, Dean Carrie, faleceu tragicamente há quase dois anos, com idade de 43, quando os gêmeos tinham 7 anos.

Os investigadores estão apelando por testemunhas que tenham visto o acidente e possam dar mais detalhes sobre o que aconteceu.

Fonte: Gadoo

Cão de guarda virtual: app LogDog garante mais segurança nas suas contas na internet

logdog

Uma função que deveria facilitar o uso de sites, como contas de e-mail e redes sociais, pode abrir uma bela porta para ataques virtuais. Deixar que o navegador memorize sua palavra-chave não é recomendado por 11 em cada 10 especialistas em segurança a internet. E, mesmo quando você se preocupa em não salvá-la, talvez, sua senha não seja assim tão difícil de descobrir quanto você imagina.

Então, como ficar tranquilo em relação às suas contas de usuário na internet? O aplicativo LogDog promete garantir uma navegação mais tranquila. Como o nome sugere, o software para smartphone funciona quase como um cão de guarda digital que monitora constantemente a atividade de contas do Gmail, Facebook, Dropbox, Yahoo! e Evernote.

Ao detectar uma nova atividade de login, o app uma notificação é enviada ao usuário com localização e até o IP de quem está efetuando o acesso. Caso aquele acesso não seja reconhecido, o LogDog oferece um atalho para a modificação da senha da conta em questão. A página oficial do aplicativo garante que as informações pessoais dos usuários não são retidas pelo software, os dados permaneceriam gravados apenas no smartphone.

Veja como o app funciona (em inglês):

Por enquanto, o aplicativo está disponível apenas na Google Play, para usuários de Android e é gratuito. Na página oficial, os logotimos de sites como Twitter, Linkedin e Instagram estão sinalizadas com a etiqueta “soon”, sugerindo a divulgação de novas opções de contas possíveis de se monitorar em breve.

 

Fonte: Superinteressante

Mico: novo extintor de incêndio para carros é muito eficiente… Só que não

Já está valendo desde o começo do ano a nova regra do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) que determina que os extintores de incêndio de todos os automóveis circulando no país devem ser trocados por um novo modelo, com carga ABC. A medida pegou muita gente de surpresa e deu origem a uma escassez do equipamento, o que rapidamente atraiu a atenção da imprensa para o assunto.

Para explicar a importância do novo extintor, uma equipe da TV Anhanguera, de Goiás, entrevistou representantes do corpo de bombeiros local e realizou uma simulação de incêndio em um carro. Demonstrando que o equipamento anterior não consegue apagar o fogo no estofado do carro, a jornalista fala com o especialista enquanto as chamas se alastram.

Ao passarem para o novo equipamento, teoricamente capaz de apagar focos de fogo em líquidos inflamáveis, equipamentos elétricos e materiais sólidos – incluindo estofados –, a repórter e o bombeiro passam a ressaltar a eficiência da carga ABC. “A gente pode ver, olha como esse extintor apaga mais rápido”, diz a jornalista enquanto um dos homens da corporação tenta, sem sucesso, eliminar as chamas.

Chave de ouro

Tentando diminuir a gafe, o bombeiro ressalta que o extintor foi feito para combater somente um princípio de incêndio e que, caso o fogo se alastre, a população deve acionar os profissionais ligando para o número 193. Ao fazer a passagem de volta para o estúdio, o âncora do jornal coroa o mico avisando a repórter para que ela se afaste das chamas, que continuam fortes.

Primeiro ‘assassinato online’ deve ocorrer até o final do ano, alerta empresa dos EUA

Com um número cada vez maior de objetos conectados, a Internet das Coisas vai nos deixar mais vulneráveis à ação de cibercriminosos e em pouco tempo poderá até provocar mortes

11290083873_8cc96febcd_o

Os carros inteligentes devem se tornar realidade ainda nesta década. Agora imagine que um veículo destes, totalmente conectado à internet, esteja desprotegido e caia nas mãos de um hacker. O invasor poderia, sem muitas dificuldades, acionar o acelerador até que se atinja uma velocidade na qual um acidente se torne inevitável – e, por que não, matar o motorista. Os riscos vão muito além dos ‘smartcars’: no ano passado, o antigo vice-presidente dos Estados Unidos Dick Cheney revelou que havia desabilitado a função wireless de seu marca-passo, com medo de que algum cibercriminoso o invadisse e provocasse um ataque cardíaco.

Com o avanço da chamada Internet das Coisas (uma rede que conecta os mais variados objetos à web), muitos destes produtos já começam a chegar ao mercado ou chegarão em breve. A tendência levou a companhia privada de segurança digital dos Estados Unidos Internet Identity (IID) a prever que o primeiro assassinato cometido através do hackeamento de um dispositivo conectado à internet deve ocorrer por volta do final de 2014.

Europol espera por um crescimento nos “ferimentos e possíveis mortes” ocasionados por ataques de computador

“A Internet das Coisas é inevitável. Nós devemos esperar que o número de dispositivos tornados ‘inteligentes’ e interconectados cresça rapidamente. Infelizmente, nós sentimos que é igualmente inevitável que muitos destes dispositivos vão deixar vulnerabilidades através das quais o acesso a redes pode ser obtido por criminosos”, escreveu a IID em um relatório. Um outro risco seria, por exemplo, alguém conseguir invadir o sistema de uma casa inteligente e aplicar o comando de abertura de portas ou janelas, podendo ter acesso à residência. Ou então trancar uma casa ou um carro e só desfazer a ação após o pagamento de um resgate. A lista de possibilidades alarmantes parece não ter fim.

O assunto é tão sério que já entrou definitivamente na agenda da Europol, a polícia internacional da União Europeia. Em um comunicado recente, a agência diz esperar por um crescimento nos “ferimentos e possíveis mortes” ocasionados por ataques de computador a equipamentos críticos de segurança. O órgão também ressaltou a necessidade de que as técnicas forenses das polícias “cresçam e se adaptem” a esta nova era.

Apesar de um assassinato diretamente vinculado a dispositivos conectados ainda não ter ocorrido, suicídios já foram registrados devido à prática de chantagens ou extorsões online – então, na prática, a internet já matou gente. O hackeamento de webcams, por exemplo, é mais comum do que se imagina. “Já existe este imenso mercado semi-subterrâneo onde se pode comprar e vender vulnerabilidades que foram descobertas”, aponta Rod Rasmussen, presidente da IID. A empresa afirmou que, caso a previsão não se cumpra ainda em 2014, certamente irá se concretizar nos próximos anos.

 

Fonte: Galileu

Quem definiu as cores do semáforo?

screen-shot-2013-03-26-at-5-52-10-pm

O policial de trânsito William Potts, de Detroit (EUA). Lanternas verdes e vermelhas já organizavam o fluxo de carruagens na Inglaterra desde 1868. Mas foi em 1917 que Potts inventou um dispositivo auto- mático usando as luzes vermelha, amarela e verde. Segundo o pesquisador Michel Pastoureau, a relação entre as três cores é um antigo código social, usado desde a valorização do espectro cromático, criado por Newton no século 17. “A sinalização rodoviária é filha da marítima e da ferroviária, remontando, portanto, a códigos anteriores aos automóveis”, diz Pastoureau no livro Dicionário das Cores do Nosso Tempo. Assim, o vermelho, que desde a Idade Média é a cor da interdição, tornaria o verde (seu complementar no espectro) o símbolo da permissão. O amarelo, localizado no ponto médio entre as duas outras cores, serviria então para a transição.

 

Fonte: MUNDO ESTRANHO

Por um fio: homens que limpavam janelas de edifício ficam presos em andaime no 48º andar

414betdcys_1mj8sa7iqr_file

Enquanto limpavam as janelas do maior edifício da Áustria, o Donau City Tower, em Viena, dois funcionários levaram um grande susto. Um dos lados do andaime em que estavam se desprendeu e a plataforma ficou pendurada a 45° na altura do 48º andar.

De acordo com o jornal inglês The Independent, o incidente foi testemunhado por várias pessoas que caminhavam na calçada, e cerca de 30 bombeiros compareceram à cena.

Mesmo com fortes ventos, as equipes de resgate conseguiram instalar cabos extras no andaime para que ele não se virasse ainda mais, e os limpadores conseguiram deixar o local por um canal de ventilação do edifício.

Não se sabe exatamente quanto tempo os trabalhadores ficaram presos no andaime. Eles escaparam sem nenhum arranhão.

O edifício de 60 andares fica no centro comercial da capital austríaca e tem 250 metros de altura.

 

Fonte: R7

Netflix está pagando para quem quiser assistir filmes em casa

Vaga foi aberta no Reino Unido e tem como missão descrever filmes e séries; contratado terá horário flexível e pode trabalhar no seu próprio sofá

A Netflix acaba de abrir uma vaga para o que pode ser talvez o melhor emprego do mundo. FOTO: Reprodução

A Netflix acaba de abrir uma vaga para o que pode ser talvez o melhor emprego do mundo. FOTO: Reprodução

Se você é daqueles que já disse: “ah, que bom seria se meu trabalho fosse ver filmes e séries o dia todo”, preste atenção: a Netflix acaba de abrir uma vaga para quem quiser trabalhar justamente com isso, tendo apenas a tarefa de descrever objetivamente cada filme e episódio de série que for assistido.

Tudo isso porque a Netflix tem um sistema de recomendação de filmes para seus usuários baseados em tags – isso é, “etiquetas” com pequenas descrições de gêneros ou emoções que se pode ter assistindo àquela atração. Para isso, é preciso que os programas passem por alguma avaliação humana – e é essa a tarefa do novo contratado, que basicamente ganhará um salário para assistir TV o dia todo.

Entre os benefícios do emprego, o contratado poderá trabalhar de casa, com horários flexíveis, diretamente do seu sofá, e ganhará uma assinatura grátis da Netflix. Entretanto, para se qualificar para a vaga, é necessário ser um expert em cinema e TV, ser organizado e detalhista, e ter experiência com Excel e sistemas de conteúdo. Diferenciais como experiência em empresas de mídia ou internet ou um projeto de estudos sobre cinema ou televisão serão levado em consideração.
Infelizmente, a vaga está disponível apenas no Reino Unido e na Irlanda. Caso você queira tentar a sorte mesmo assim, vale conferir.

 

Fonte: Estadão

 

Procon alerta sobre vírus que altera número de boletos bancários

codigodearra-620x350

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) divulgou nota nesta quarta-feira (21), sobre um novo vírus que está se espalhando pela rede mundial de computadores. 

De acordo com o órgão, as máquinas infectadas alteram o número de boletos bancários, de modo que o dinheiro depositado pelos consumidores seja desviado para uma conta criminosa.

O malware desabilita softwares de proteção dos bancos, desabilita o firewal do sistema operacional e se instala depois que a máquina é reinicializada. O vírus interrompe o código de barras fazendo com que o usuário tenha que digitar o número alterado, desviando o pagamento.


virus


A equipe do Procon recomenda aos consumidores que mantenham os antivírus sempre atualizados, e, em caso de desconfiança relativa à proteção do computador que estiverem utilizando, entrem em contato com a empresa para conferir o número do boleto.

 

 

Fonte: Portal AZ | Procon

%d blogueiros gostam disto: