Arquivo da categoria: São Paulo

Confiar em alguém que você não conhece pode surpreender positivamente

A maioria das pessoas acha que precisamos fazer coisas grandiosas para mudar o mundo para melhor. Mas, são os pequenos gestos que indicam o caminho para essa mudança.

Veja o exemplo do fuzileiro naval Jefferson Cabral. Ele publicou no seu Facebook uma história linda sobre o quanto pode ser transformador você dar confiança às pessoas, e como elas respondem de forma positiva a essa atitude simples.

Ele viu um menino fingindo pedalar nas bikes do Itaú, no Rio de Janeiro, e, depois de uma conversa breve, Jefferson disponibilizou uma bike para que o menino se divertisse um pouco. O menino prometeu que voltaria dali uma hora, e voltou. Confira o depoimento completo aqui.

 

Fonte: Catraca Livre

1ª edição do Projeto ART FUSION acontece no próximo domingo, dia 25 de outubro, na loja Surf & Sound

Art-Fusion_flyer_final_facebook

Cristina Barreto e Surf & Sound Tattoo apresentam:

Projeto ART FUSION | Flash Day

Tattoo + Surf Shop + Música + Exposição + Grafite + Hair Stylist + Café + Cervejas artesanais + Food Truck

O projeto ART FUSION – já diz o nome – é a fusão de diferentes ramificações da arte.
É um espaço onde os visitantes poderão fazer sua flash tattoo, colocar o corte do cabelo em dia, ouvir música boa, apreciar exposição com técnicas de pontilhismo, grafite ao vivo, tomar uma deliciosa cervejinha artesanal, comer bem, tomar um café e também conhecer a nova coleção de verão da Surf & Sound!

Venha com seus amigos curtir esse dia especial!
Traga seu cão, pois ele será muito bem-vindo! 🙂

————————————————————-

✓ FLASH TATTOO DAY
Por Cris Barreto* • https://goo.gl/Yp2baz
Valores: de R$ 100,00 a R$ 250,00
*Faça uma flash tattoo e ganhe um corte de cabelo no Salão Itinerante, no dia do evento

✓ EXPOSIÇÃO EROTIKA
Técnicas de pontilhismo
Por Leonardo Prandina • https://goo.gl/cI5j2O

✓ GRAFITTI ao vivo
Por Fernando Berg • https://goo.gl/cgpcir

✓ SALÃO ITINERANTE
Por Fernando Spud • https://goo.gl/BIhwwf

————————————————————-

DJs:
Marcus Ferrer (https://goo.gl/cIX9ka)
Fernando Milani (https://goo.gl/Ru82wM)
Haze – PowPowPow (https://goo.gl/jOkzkn)

————————————————————-

A ainda:
Food Truck: Da Praia (https://goo.gl/0zQZjp)
Bar: Chopp, cervejas artesanais, destilados
Café: Açaí, bolos, quiches, pão de queijo, refrigerante, água

————————————————————-

Importante:
– Flash Tattoo: pagamento somente em dinheiro ou débito
– Em caso de chuva o evento não será realizado
– Os desenhos das tatuagens são padrões, ou seja, já são pré-estabelecidos

————————————————————-

Serviço:
Data: 25 de outubro de 2015
Horário: 12h às 20h
Local: Surf & Sound (https://goo.gl/JDdA9x) | Rua Fidalga, 643 • Vila Madalena
Informações: contato.cristattoo@gmail.com

ENTRADA FRANCA*
*mediante confirmação de presença na página do evento, no Facebook (https://www.facebook.com/events/461193600727159/)

Estado declara crítica situação da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê

Segundo portaria, ações de caráter emergencial deverão ser adotadas. Presidente de Subcomitê quer debater consequências de medida.

11457070

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) publicou uma portaria em que classifica como crítica a situação hidríca na Bacia do Alto Tietê. Segundo as informações do Diário Oficial, com a medida, ações deverão ser adotadas para assegurar a disponibilidade hídrica. O prefeito de Salesópolis, Benedito Rafael da Silva, presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê, disse nesta quarta-feira (19) que quer uma reunião com o DAEE e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para discutir as consequências dessa classificação. Silva acrescentou que não havia sido informado sobre essa medida.

O Sistema Alto Tietê opera nesta quarta-feira (19) com 15,4% de sua capacidade de acordo com dados da  Sabesp. Essa é a 21ª queda consecutiva do sistema. O mês teve a queda mais acentuada do ano, com 2,8 pontos percentuais até esta quarta. Em 19 dias, choveu apenas 1,91% do esperado para agosto.

Na portaria publicada na terça-feira (18), de número 2617, o DAEE justifica que a medida foi tomada por conta do baixo índice de chuva nos reservatórios que abastecem a Região Metropolitana de São Paulo, considerando ainda a continuidade em 2015 da pior estiagem nessa região.

O DAEE determina ainda que torna-se uma infração a utilização de recursos hidrícos em desacordo ou sem a autorização do departamento.
TEXT-HERE-3

O órgão informou nesta quarta-feira que “não tem nada a acrescentar além do que está exposto na portaria DAEE – 2617”.

O prefeito Benedito Rafael quer discutir as consequências que a portaria pode trazer para o Alto Tietê. “Para a nossa região, o fornecimento de água para a agricultura é prioridade. Sabemos que em situações de crise, o fornecimento público é prioritário. Em segundo, vem os animais e, em terceiro a agricultura. Além da importância para a economia da nossa região, a agricultura também é responsável pelo fornecimento de alimentos para São Paulo. ”

 

Fonte: G1

Vive la Fête volta ao Brasil!

posterSA

A dupla belga Vive la Fête, que foi apadrinha por Karl Lagerfeld, da Chanel, volta ao Brasil para apresentação em São Paulo. O show faz parte de uma mini turnê pela América do Sul, incluindo Lima (Peru), Santiago (Chile) e Buenos Aires (Argentina).

A apresentação deles ao vivo é poderosa e suas músicas tendem mais ao rock’n’roll do que à sonoridade mais eletrônica das versões originais de estúdio.

Ainda não há muitos detalhes sobre onde será o show. Mas em breve a assessoria da dupla divulgará locais e valores.

Confira alguns dos grandes sucessos do Vive la Fête:

Saiba como zerar sua conta de energia

Graças ao projeto Recicle Mais, Pague Menos, diversos clientes da AES já conseguiram zerar suas contas de luz – e até ganhar bônus para as faturas seguintes

O número de pessoas que participam do Recicle Mais, Pague Menos não para de crescer! Criado em 2013, o projeto oferece descontos na conta de luz para os clientes da AES Eletropaulo e AES Sul que entregam materiais recicláveis em nossos pontos de coleta.

Os benefícios são vários: por meio da iniciativa, já conseguimos reciclar mais de 4 mil toneladas de resíduos – que iriam direto para os aterros sanitários, contribuindo para o aquecimento global – e oferecer descontos na fatura de energia dos mais de 74 mil clientes que se cadastraram na iniciativa. Vários deles conseguiram, inclusive, zerar suas contas de luz.

É o caso de Shirley Maria Lopes Moreira. Moradora de São Paulo há 18 anos, ela participa do Recicle Mais, Pague Menos desde outubro de 2014 e, de lá para cá, já conseguiu zerar três faturas. “Levo materiais recicláveis ao ponto de coleta da AES Eletropaulo três vezes por semana e já consegui economizar mais de R$ 150 de luz”, diz ela, que junta principalmente papel para participar da iniciativa.

Já os primos Cristina Silvestre Pessoa e José Manoel dos Santos, que moram juntos, reciclam principalmente papelão. Participantes do projeto há 11 meses, eles recolhem diariamente o material em bares, lojas e outros comércios e já conseguiram zerar 10 contas de energia. “Ao longo desses meses, tivemos uma economia de mais de R$ 1 mil”, conta José Manoel, que completa: “É uma delícia participar do Recicle Mais, Pague Menos. Me sinto muito bem”.

Têm clientes que, inclusive, conseguem acumular descontos para as faturas dos próximos meses. É o caso da dona de casa Sueli Aparecida Fazolim. Participante da iniciativa há mais de um ano, todo mês ela consegue reduzir o valor de sua conta de luz em quase 40%. Em junho, no entanto, juntou uma quantidade tão grande de recicláveis que conseguiu zerar a conta de julho e, ainda, acumular R$ 12 de desconto para a fatura de agosto. “Acho o projeto muito interessante. É uma excelente maneira de colaborar com a natureza”, afirma.

Qualquer cliente da AES Eletropaulo e AES Sul pode fazer parte da iniciativa, economizar no bolso e contribuir com o meio ambiente. Veja, abaixo, o passo a passo para participar!

COMO FUNCIONA
1. Vá até um dos pontos de coleta do projeto Recicle Mais, Pague Menos, com uma conta de energia elétrica, e efetue seu cadastro;

2. Você ganhará um cartão de adesão;

3. Leve materiais recicláveis ao ponto de coleta mais próximo. Podem ser papel, plástico, metal, vidro e embalagens Tetra Pak. O material é, então, pesado e o desconto é calculado com base no valor de mercado dos recicláveis, que varia de acordo com o tipo de resíduo;

4. Você receberá um comprovante do desconto, que será creditado na sua próxima conta de energia. Caso ele seja maior do que o valor da sua fatura, você acumula bônus para o mês seguinte.

Assista, abaixo, ao vídeo do projeto e clique aqui para saber onde ficam os 14 pontos de coleta do Recicle Mais, Pague Menos em São Paulo e no Rio Grande do Sul.

 

Fonte: AES Brasil Sustentabilidade

Por que o 9 de Julho só é feriado em São Paulo?

2011_07_revolucao32

Em 9 de julho, comemora-se a Revolução Constitucionalista de 1932. É que nesse dia o Estado de São Paulo entrou em guerra contra o Governo Brasileiro. Na época, o presidente da república era Getúlio Vargas, que tinha derrubado a Constituição de 1881, o conjunto de leis do País. O Getúlio governava sozinho, sem deputados, senadores, e vereadores.

Naquele tempo, não existiam eleições. Era regime de ditadura. O presidente era escolhido por indicações e  São Paulo alternava as indicações com o Estado de Minas Gerais. Quando o Getúlio assumiu o poder, ele acabou com as indicações e colocou mediadores em todos os Estados do Brasil. E o mediador  escolhido para governar São Paulo não era paulista, o que revoltou todos que moravam em São Paulo. Assim, São Paulo além de não indicar mais o presidente, ainda era governado por alguém de fora…

Em 1932, os paulistas queriam elaborar uma nova Constituição, um novo conjunto de leis para o País. A Revolução Constitucionalista começou em 9 de julho e durou até 2 de outubro de 1932. Dois anos mais tarde, foi aprovada uma nova Constituição com importantes leis como a garantia do voto para a mulher, jornada de trabalho de 8 horas e 13º salário.

Curiosidades

As duas principais avenidas que ligam a cidade São Paulo de norte a sul – Nove de Julho e 23 de Maio, tem a origem de seus a partir da Revolução. Num conflito no dia 23 de maio, 4 estudantes foram mortos, conhecidos pela sigla MMDC.

9

Avenida 9 de Julho

RF8499- SÃO PAULO - 22/09/2014 - CIDADES - DIA MUNDIAL SEM CARRO - Av. 23 de Maio às 18h00 com trânsito bom no dia mundial sem carro. Foto: Robson Fernandjes / Fotos Públicas

Avenida 23 de Maio (com o Obelisco do Ibirapuera ao fundo)

O Obelisco, localizado no Parque do Ibirapuera, maior monumento da cidade, com 72 metros de altura, é um mausoléu dos heróis de 32. Lá estão os corpos dos estudantes mortos em 23 de maio e de mais de 600 combatentes que lutaram durante a Revolução. Projetado pelo escultor Galileo Emendabili, tudo em torno dele lembra o número 9, desde sua altura à quantidade de degraus na entrada.

24

Obelisco

 

 

Fonte: cmais+

Vocare de cara nova!

Após 4 anos, a Vocare Comunicação reformula seu logotipo para expressar o desenvolvimento e o crescimento da agência.

Avatar_Vocare

O novo logotipo da Vocare

 

O novo símbolo, que deu lugar ao símbolo que foi batizado de “Vocarinho” por uns e “Pac Man” por outros, é a combinação de três triângulos sobrepostos que, além de ser o “V”, de Vocare e fazer referência aos sócios Loren Pardini e Pedro Lattari e a conexão com os clientes, também tem o ângulo direito levemente apontado para cima e à direita, como alusão ao progresso.

As cores foram pensadas para transmitir energia e sobriedade.

O amarelo é a cor da luz do sol. Está associada a alegria, felicidade, inteligência, energia e produz um efeito de aquecimento, desperta alegria, estimula a atividade mental, e gera energia muscular.

O cinza sugere a segurança, a confiabilidade, a modéstia, a maturidade. Do ponto de vista da psicologia da cor, o cinza é a cor do compromisso – não sendo nem preto nem branco, é a transição entre duas cores consideradas “não cores”.

A tipografia do material gráfico ficou a cargo da fonte Futura, que foi desenhada entre 1924 e 1926 por Paul Renner, e é uma letra bem representativa da clareza defendida nos manifestos da Bauhaus, com evidente construção geométrica, ela parece ter sido construída com régua e compasso. Sóbria, neutral, clara, elegante, bem equilibrada, legível (em corpos grandes, mas também em texto corrido, a Futura apresenta as características preferidas pelos designers vanguardistas dos anos 20 e 30.

Grande SP vai gelar no fim de semana

Mais frio e chuva à vista

Uma forte frente fria avança para a o Brasil nesta sexta-feira. Esta frente fria chega com potencial para provocar chuva volumosa e acentuada queda da temperatura em várias áreas do Estado de São Paulo, incluindo a cidade de São Paulo. Como junho, julho é um mês historicamente de pouca chuva. A média normal não passa dos 45 mm. Os efeitos da nova frente fria começam a ser sentidos na sexta-feira, 3 de julho, e a chuva deve ocorrer em praticamente todas as regiões paulistas. Pode chover forte também na capital e na Grande São Paulo. Entre a sexta-feira, 3, e o sábado, 4 de julho, o volume de chuva sobre a cidade de São Paulo poderá ser igual ou maior do que média de chuva para todo o mês de julho.

Frente fria pode provocar chuva moderada a forte sobre o Cantareira

 

Possibilidade de recorde de frio

Você gosta do frio ou calor? Prepare-se para o frio que vem por aí! Os gelados ventos da forte massa polar que vem com a nova frente fria começam a chegar sobre a capital paulista na tarde e sexta-feira e em fortes rajadas. Até o domingo, as rajadas polares podem chegar a quase 50 km/h. A combinação do ar polar e da falta do sol vão derrubar a temperatura. O primeiro fim de semana de julho promete ser gelado, com grande sensação de frio. A capital e outros municípios da Grande São Paulo poderão bater novos recordes de frio e registrar a madrugada e a tarde mais fria do ano.

São Paulo (SP) Av Paulista (Foto: Robson Fernandjes -Fotos Públicas)

Fonte: Climatempo

Conheça o bairro da Vila Maria (São Paulo/SP)

História da Vila Maria

SONY DSC

Vista noturna da Vila Maria

A Vila Maria é um distrito localizado na zona norte do município de São Paulo. Boa parte da economia do bairro é proveniente das atividades relacionadas com logística e transporte de cargas, devido à grande quantidade de empresas do setor localizadas na região. O bairro também é famoso pela escola de samba Unidos de Vila Maria.

Como surgiu

No inicio do século passado a região norte de São Paulo, onde hoje está situado o bairro de Vila Maria era formada por charcos de terra preta e capinzais. Era separado do bairro do Belenzinho pelo Rio Tietê.

SONY DSC

Vista diurna da Vila Maria

Os habitantes do Belenzinho e bairros adjacentes, a exemplo da grande maioria dos habitantes de São Paulo, utilizavam-se para locomoção e transporte de veículos com tração animal. O alimento básico desses animais era o capim. Pelo fato da região onde hoje se situa Vila Maria ser um manancial inesgotável de capim, alguns “comerciantes” atravessavam o Rio Tietê com seus carroções e os carregavam com feixes de capim que eram depois vendidos às pessoas que possuiam animais de tração. Era o combustivel da época.

Igreja da Candelária

Igreja da Candelária

Uma das poucas construções que remontam a épocas anteriores à formação do bairro é a chácara de Dom Pedro que era situada onde hoje é a Rua Dr. Edson de Melo com Rua Araritaguaba, indo até a Rua Nova Prata. Hoje, defronte onde era a chácara, está o sobrado que serviu de escritório para o piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna da Silva.

Avenida Guilherme Cotching

Avenida Guilherme Cotching

Certa vez, num dos seus discursos em Vila Maria, Jânio Quadros, que iniciou com o indefectível “Povo de Vila Maria”, acrescentou: “de Vila Maria Baixa, de Vila Maria Alta e, por que não, de Vila Maria do Meio”. Foram muitas risadas e aplausos.

Vila Maria foi servida durante anos por duas linhas de bonde que tinham ponto inicial na Praça da Sé. O número 34 que ia até a Praça Santo Eduardo e o número 67 que ia até a Praça Cosmorama.

21444841

Vila Maria já teve vários cinemas. O cine Vila Maria, na Av. Guilherme Cotching com Rua Andaraí, o Cine Centenário na parte mediana da mesma avenida, o Cine Candelária, na mesma avenida com Rua da Gávea e o Cine Singapura na av. Alberto Byingthon.

Barracão da Unidos da Vila Maria

Barracão da Unidos da Vila Maria

Na época da inauguração da Rodovia Presidente Dutra era motivo de distração dos moradores da parte alta da Vila Maria, que tinham vista até a rodovia, ficar contando os poucos carros que trafegavam por ela. Faziam apostas de qual sentido de direção passariam mais veículos.

Bairros

A Vila Maria está situado na Zona Nordeste e abrange os bairros de:

• Cidade Jardim
• Conjunto Promorar Vila Maria
• Jardim Andaraí
• Jardim Japão
• Parque Novo Mundo
• Parque Vila Maria
• Vila Maria
• Vila Maria Alta
• Vila Maria Baixa

Conheça o bairro da Bela Vista (São Paulo/SP)

Surge a Bela Vista

O bairro do Bixiga, localizado na região da Bela Vista, nasceu por volta de 1870, quando Antônio José Leite Braga resolveu lotear parte de sua chácara. O local foi, então, povoado por imigrantes italianos recém-chegados ao Brasil e o bairro assumiu as características de seus moradores, que mantiveram vivas a tradição e a religiosidade. Semelhante às aldeias da Itália, o Bixiga tem ruas estreitas e ladeiras, onde se instalaram aos poucos cantinas, quitandas, sapatarias e lojas de artesanato.

casar_o_do_bixiga_100936360339381190

Chegando ao Bexiga os italianos dedicaram-se a fazer algo que era de sua especialidade, a comida, levando então, a criação de fábricas de macarrão e as famosas cantinas e pizzarias.
A semelhança das línguas Italiana e Portuguesa que provém de uma mesma raiz, a latina, fez com que existisse uma maior fixação dos italianos no bairro.

Apesar do parecer entre a língua portuguesa e a italiana, ambas têm variações, pois as palavras geralmente não tem o mesmo significado, no Brasil o que chamamos pastelaria, normalmente é o lugar onde vendem-se pastéis, já na Itália seria um lugar onde vendem-se pães, doces, guloseimas ou coisas do gênero.

O bairro do Bexiga já foi extremamente italiano, seus costumes, forma de falar, era um ambiente bastante afetivo onde todos tratavam-se como irmãos.“Zan Paolo”, como diziam, ficou cheio de dialetos italianos, por onde quer que se passava notava-se a maneira diferente de falar, o queijo tornou-se formaggio o trabalho, então era lavoro.

O Bexiga cresceu lentamente e por algumas vezes falava-se mais o italiano que o próprio português, segundo Pacheco Júnior em sua “gramática histórica da língua portuguesa” cerca de 300 vocábulos tem origem italiana: cantina, caricatura, cascata, poltrona, alegro, carnaval, mortadela, salsicha, entre muitas outras.

cantina-1
Hoje, o Bixiga é reduto de intelectuais, artistas, amantes de cultura e gastronomia. Foi ali que o industrial italiano Franco Zampari fundou o extinto Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), por onde passaram Cacilda Becker, Paulo Autran e Sérgio Cardoso, que empresta o nome a um dos mais importantes teatros da cidade, instalado no Bixiga.

Teatro Abril

Teatro Abril

Outros badalados teatros estão no entorno, como o Abril, o Brigadeiro, o Bibi Ferreira, o Ruth Escobar e o Cultura Artística complementam a esfera cultural do Bixiga o Museu dos Óculos Gioconda Giannini e a Feira de Antiguidades da Praça Dom Orione, esta última com cerca de 300 barracas que dispõem de artigos diversos, obras de arte, comida e outras curiosidades.

Escadaria do Bixiga

Escadaria do Bixiga

A bela Escadaria do Bixiga une a parte alta do bairro, na rua dos Ingleses, a parte baixa, na rua Treze de Maio, tem acesso ao polo cultural de um lado e as cantinas e a feira do outro.

O Centro de Preservação Cultural está localizado no bairro da Bela Vista, em São Paulo

O Centro de Preservação Cultural está localizado no bairro da Bela Vista, em São Paulo

Eventos culturais, exposições, cursos e oficinas são atrações do Centro de Preservação Cultural (CPC) da Universidade de São Paulo, localizado na chácara urbana Casa de Dona Yayá, na rua Major Diogo. Aos domingos, há apresentações de coral, cantigas de roda, musicais, circo e teatro.

A tradicional Festa da Nossa Senhora da Achiropita

A tradicional Festa da Nossa Senhora da Achiropita

No Bixiga também estão instaladas a sede da tradicional escola de samba Vai-Vai e a Igreja Nossa Senhora Achiropita, santa homenageada todo mês de agosto com a festa gastronômica e beneficente nas ruas do bairro.
vai-vai
Na rua Conselheiro Carrão, casas acabam de ter suas fachadas revitalizadas, coloridas em tons vibrantes e alegres, o projeto tem o objetivo de transformar o Bixiga no “Caminito brasileiro”, fazendo referência ao famoso ponto do bairro portenho de La Boca, na Argentina. Foram 20 os imóveis que ganharam “cara nova”, entre cantinas, uma creche e o antigo Teatro Zácaro. No rol dos pães, as pequeninas e imortais padarias em nada se assemelham as modernas panificadoras. Possuem, em sua maioria, aspecto rústico, atendimento intimista e receitas de família.

bixiga_0909_caiopimenta .jpg 1 cortada 1

 

 

O NOME DO BAIRRO – Bexiga, Bixiga ou Bela Vista?
Versões diferentes, uma mesma região

A região do Bexiga tem esse nome porque no século 18 aquelas terras pertenciam a Antônio Bexiga – um senhor que ganhou o apelido depois de ser acometido pela varíola. A grafia Bixiga, defendida por alguns memorialistas e moradores das redondezas, seria uma adaptação do termo ao jeito coloquial de falar, trocando o “e” pelo “i”. O Bexiga é a região compreendida entre a Rua Rui Barbosa, Avenida 9 de Julho e Rua dos Franceses. Pertence ao bairro chamado oficialmente de Bela Vista.

A FEIRA DO BEXIGA

A feira de trocas do Bexiga, hoje “Feira do Bexiga” existe há muitos anos. Desde a década de setenta. Ela ocupa toda a área da praça Don Orione estendendo-se pelas imediações. Nela se encontra de tudo. Livros usados, discos, cds, peças antigas e modernas de metais, vidros, cristais, porcelanas, quadros, brinquedos, antiguidades em geral, pratarias, objetos de adornos, militares, colecionáveis, etc. É um mundo! Quando comecei a frequëntá-la os comerciantes e antiquários colocavam tudo no chão, sobre panos e tapetes variados. Cada feirante tinha o seu espaço. Havia também lugares para os visitantes.
Quem organizava a feira nesse tempo era dona Jane, uma senhora de quarenta e poucos anos, valente, decidida, ativa, sem papas na língua, muito autoritária e, de certa forma, respeitada por todos.

 

%d blogueiros gostam disto: