Arquivo da categoria: Dicas

Como fazer uma horta em casa ocupando apenas 1 m²

Como fazer uma horta em casa ocupando apenas 1 m²

Falta de espaço não é mais desculpa! O Serpar, Serviço de Parques de Lima, no Peru, crioupasso-a-passo que mostra como é possível fazer uma horta em casa, ocupando apenas 1 m². A logística é supersimples. Veja na figura, abaixo, em espanhol.

como-fazer-horta-casa-ocupando-apenas-1-m2-11

A ideia é construir a horta em uma caixa de madeira ou no próprio chão, caso haja um jardim na casa. As estruturas verticais são feitas com tubos de ferro ou PVC e servem para sustentar as plantas de cultivo vertical. Entre elas, tomate, pepino e ervilha.

Já na parte debaixo da horta, planta-se as verduras e legumes de cultivo horizontal. Para isso, o canteiro deve ser dividido em quadrados ou retângulos do mesmo tamanho: cada espaço é designado para uma cultura diferente, a escolha do hortelão. A única regra é cultivar as plantas maiores – como brócolis, pimentão e berinjela – nas filas de trás e as menores – como alface, beterraba e espinafre – na frente, para que todas recebam a luz do sol que precisam para se desenvolver.

Alternar as plantas de colheita rápida com aquelas cujo cultivo demora mais tempo também é importante para evitar a competição por espaço.

Não tem muito segredo, não? Se o hortelão fizer tudo direitinho, a horta de 1 m² é capaz de suprir a alimentação diária de uma pessoa, garante o Serpar. Que tal tentar na sua casa?

Foto: Serpar/Divulgação

Fonte: The Greenest Post

Os 10 alimentos da felicidade

sorrisofrutas

Alguns alimentos podem promover a sensação de bem-estar devido a alguns de seus componentes nutricionais, como vitaminas e aminoácidos presentes. Podemos chamá-los de alimentos da felicidade, sobretudo se você os consumir com uma boa frequência e combinando uns com os outros.

Tais alimentos da felicidade podem beneficiar a todos nós, mas principalmente a pessoas que sofrem de depressão ou que estão passando por um momento de tristeza e consumindo os “alimentos antidepressivos” podem ajudar a prevenir que essa tristeza se prolongue muito se transformando em depressão.

Tomei o cuidado de relacionar nessa lista dos 10 alimentos da felicidade aqueles que normalmente temos em casa ou que compramos com frequência. Exemplo, os ovos podem ser substituídos pelo arroz e cereais integrais, mas poucas pessoas os consomem. Então, decidi escrever sobre algo mais próximo à nossa realidade.

Veja os 10 alimentos da felicidade:

  1. Banana: Bom-Humor
  2. Abacate: Acalma, energia
  3. Beterraba: Antifatigante
  4. Peixes de água gelada: Bom-Humor
  5. Gérmen de trigo: Calmante e anti-estresse
  6. Ovos: Ânimo, antidepressivo, calmante*
  7. Mel: Bom-Humor, energia
  8. Chocolate Amargo e cacau em pó: Bem-Estar, energia
  9. Chá verde: Bem-Estar, relaxamento
  10. Grão-de-bico: Bom-Humor, energia

 

Vamos conhecer os alimentos da felicidade 1 a 1 e o porquê dessa função:

1. Banana: A rainha das frutas pode ser considerada quase um alimento completo, já que, além das vitaminas é rica em carboidrato, ou seja, se em algum dia você precisar passar longas horas sem se alimentar (em uma maratona, em um dia de prova, …), a banana será sem dúvida um ótimo alimento, que garantirá energia extra.

A banana como alimento da felicidade

A banana é rica em triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, o neurotransmissor do bom-humor. Leia mais sobre os benefícios da banana.

2. Abacate: A fruta é rica em vitamina B3 (niacinamida), a qual age no sistema nervoso central regulando substâncias químicas do cérebro promovendo um efeito relaxante no organismo. A vitamina B3 mais ácido fólico, atuam como coenzima (aceleram a ação) de neurotransmissores do bom humor. Apenas cuidado com o excesso de calorias do abacate.

3. Beterraba: Rica em magnésio, mineral que atua promovendo energia e aliviando o cansaço.

4. Peixes de água gelada: Salmão, atum e sardinha atuam na felicidade por aumentarem a produção dos receptores de alguns neurotransmissores, tais como: a serotonina, a noradrenalina e a dopamina. Isso por serem ricos em Ômega3 (veja mais fontes de Ômega3). É particularmente útil em casos de depressão e TPM.

5. Gérmen de trigo: A parte nobre do trigo contém todas as vitaminas do complexo B, por isso diminui o nervosismo e estresse, atuando então, como um calmante natural.

6. Ovos: Tanto a gema quanto a clara são ricas em vitamina B1 (tiamina), a qual ajuda o organismo a converter glicose em energia. Além disso, esta vitamina imita a acetilcolina, um neurotransmissor que atua nas funções cerebrais relacionadas com memória e cognição. Por carrear (levar) o Inositol (ou vitamina B7), o qual exerce papel no correto funcionamento de outros dois neurotransmissores serotonina e acetilcolina, por essa razão o inositol atua como calmante e antidepressivo. Atenção! Não coma mais de 4 gemas por semana, devido ao colesterol (lembre que massa de bolo leva ovos).

7. Chocolate amargo, 1/2 amargo e cacau em pó: Consumido com moderação esse alimento promove a sensação de bem-estar devido à ativação da liberação de serotonina, além de ser riquíssimo em flavonoides, substância antienvelhecimento e protetora dos vasos sanguíneos. Mas é importante comer apenas ‘1 quadradinho’ por dia.

8. Mel: Rico em triptofano assim como a banana. O mel tem, ainda a função de regenerador da flora bacteriana intestinal, atuando junto aos lactobacilos presentes naturalmente no intestino. E como mais de 90% de todo nosso aporte de serotonina é produzida no intestino, o mel colabora para a regulação neuro-endócrina na produção de serotonina, a substância do prazer.

9. Chá Verde: Rico em polifenóis, o chá verde protege os neurônios protege os neurônios, proporcionando a sensação de bem-estar. 2 Xícaras por dia já são suficientes

10. Grão-de-bico: Ótima fonte proteica vegetal, dentre elas o aminoácido triptofano precursor da serotonina. Rico em cálcio e magnésio, que, em equilíbrio atuam no metabolismo cerebral, prolongando a sensação de bem-estar e diminuindo o cansaço.

* Veganos podem substituir os ovos por arroz e cereais integrais.

Texto: Renata Fraia – Farmacêutica

 

Fonte: Saúde com Ciência

Especialistas listam os benefícios da semente de chia

Segundo Andréa Santa Rosa e Alfredo Cury, alimento aumenta saciedade, é repleto de antioxidantes e ajuda a controlar níveis de açúcar no sangue.

Sementes de chia (Foto: Getty Images)

Sementes de chia (Foto: Getty Images)

Quando se trata de alimentos milagrosos ou suplementos inovadores, já ouvimos de tudo: pólen de abelha, vinagre de maçã e até argila. Enquanto muitas dietas da moda vêm e vão embora, existem alguns alimentos menos conhecidos que podem trazer muitos benefícios à saúde, como é o caso das sementes de chia. Em apenas uma colher de sopa do alimento, é possível encontrar três vezes mais ferro do que no espinafre, cinco vezes o cálcio existente no leite, o dobro de potássio da banana, duas vezes mais proteína que qualquer outro grão ou semente e três vezes a quantidade de antioxidantes de blueberries.

Como se tudo isso já não bastasse, pedimos à nutricionista Andréa Santa Rosa, que atende famosas como Angélica, Fernanda Paes Leme, Giovanna Ewbank e Fiorella Mattheis, e ao endocrinologista Alfredo Cury para listarem os benefícios da semente de chia. Confira.

Melhora os níveis de açúcar no sangue
A chia melhora a atuação da insulina nas células, facilitando sua tarefa de converter o açúcar em energia e, consequentemente, ajudando no processo de emagrecimento. Essa proteína também estimula enzimas responsáveis pela degradação de triglicérides e de “colesterol ruim”, o LDL.

Ajuda a regular o apetite, melhora o sono e o humor
Por ser rica em fibras, ela traz mais saciedade. Quanto ao sono e o humor, há estudos que dizem que o ácido graxo ômega 3, presentes em sua composição, dão mais energia e, com isso, melhoram o sono e o humor.

Contribui para dentes e ossos mais saudáveis
Tem em sua composição alto teor de cálcio, magnésio, ferro e zinco, responsáveis por ossos e dentes mais saudáveis.

Pode ajudar na perda de peso
A ingestão da semente de chia é rica em fibras. No estômago, a semente se transforma em um gel, que preenche o espaço, diminuindo a fome. Com isso, a pessoa se sente saciada por mais tempo e consegue manter uma alimentação balanceada.

Corpo (Foto: Getty Images)

Alimento ajuda a dar sensação de saciedade e, de quebra, dá uma turbinada na dieta

É repleta de antioxidantes
A semente da chia possui em sua composição a presença do flavonoide kaempferol, além dos ácidos cafeico e clorogênico. Eles são fundamentais para evitar a formação de radicais livres no organismo.

Mais energia
As sementes da chia são calóricas e fornecem resistência e durabilidade. As fibras presentes na semente de chia dão mais saciedade e retardando a sensação de fome. Com isso, equilibram o teor de açúcar no sangue, garantindo energia e disposição ao longo do dia.

Melhor funcionamento do intestino e do metabolismo
É uma mucilaginosa, ou seja, rica em fibras solúveis e insolúveis. Estas auxiliam o trânsito intestinal, evitam a constipação e limpam o organismo. Além disso, a semente possui riboflavina, tiamina e niacina, conjunto de vitaminas do complexo B que atuam no metabolismo celular e contribuem para que todo o organismo funcione melhor.

Prevenção de doenças
Possuem alta concentração de ômega-3, auxiliando no bem estar do cérebro. Além disso, também funciona como anti-inflamatório e pode ajudar a combater a depressão, diabetes, obesidade e artrite.

 

Fonte: Ego

15 dicas e truques para o Google Maps

Google Maps é uma das ferramentas online que mais ajudam as pessoas no mundo todo: seja para encontrar um caminho, visualizar algum lugar, saber como está o trânsito ou conhecer alguma cidade virtualmente, a ferramenta é a opção certa. Porém, ela possui muitos recursos que podem ficar escondidos para o usuário comum.

Por isso, vamos lhe ensinar algumas dicas e truques para você virar um mestre dos mapas. Entre as possibilidades, vamos ensinar como definir as próprias direções e até revelar alguns easter eggs presentes no Maps. Acompanhe abaixo.

15. Viagem no tempo

Você sabia que é possível voltar no tempo dentro do Street View? Sim: basta entrar no modo de visualização de ruas, procurar um símbolo de relógio no canto esquerdo superior da tela e escolher a data anterior — calma, não há como voltar para 1970, pois você só vai ver as imagens gravadas pela Google anteriormente. 

14. Monte o seu mapa

Não tem nada pior que um amigo perdido. Você precisa ficar explicando várias vezes o caminho — pior ainda quando é uma longa viagem. Por isso, o My Maps permite que você monte o mapa da maneira que quiser. É possível adicionar pins, destacar lugares e “colorir” caminhos. Clique aqui para acessar.

13. Gerencie o histórico

Da mesma maneira que o Chrome, o Firefox, o IE e o Safari guardam o histórico de todos os sites pelos quais você passa, o Maps também armazena estes dados — principalmente as suas buscas.Clicando aqui, você vai poder gerenciar o que é armazenado sobre as suas atividades.

12. Busca precisa

Digamos que você está na rua e seu corpo está pedindo um belo lanche com um copo cheio de refrigerante. Basta abrir o Maps e buscar por “Burguer King” ou “McDonalds” — isso também serve para qualquer tipo de comércio ou serviço, como bancos. Assim que a busca terminar, o Maps vai mostrar os restaurantes de fast-food mais próximos de você e como chegar até eles.

11. Seja um colaborador

O Google Map Maker permite que você adicione, subtraia ou corrija informações nos mapas. Além disso, você aprende a mexer com outras ferramentas de customização. Acesse aqui para começar a mexer — é válido notar que o Maker está sendo atualizado e ficará indisponível até agosto de 2015.

10. Saia do modo Lite

Se você não consegue acessar a visualização 3D, o seu Maps provavelmente está travado no modo Lite. Veja se isso não é culpa do seu hardware. Caso não seja, clique aqui para voltar ao modo completo.

9. Acompanhe o trânsito

Para saber como estão as ruas antes de sair de casa, você pode clicar em “Trânsito” no menu para ver qual é o melhor caminho a se fazer.

8. Comandos

Caso você esteja no Street View, alguns comandos podem lhe ajudar na navegação. Veja:

  • +/-: zoom in e zoom out
  • Setas do teclado: virar para os lados, para cima e para baixo
  • A/D: virar para a esquerda/direita
  • W/S: ir para frente/trás

7. Faça o seu caminho

Quando você pede para o Maps traçar uma rota, pode ser que você já conheça parte do caminho — e ele seja diferente do já traçado. Se você arrastar parte do caminho pelo mapa, o trajeto pode ser alterado. Experimente.

6. Qual é a distância?

Se você quer saber qual é a distância entre um ponto e outro, basta clicar com o botão direito do mouse e escolher “Medir a distância”.

5.Dados para todos

Várias instituições em todo o mundo utilizam o Google Maps para criar infográficos e fornecer informações sobre um assunto em específico. Se você está interessado, clique aqui para ser redirecionado.

4. Perdido sob um teto?

O Google Maps também pode lhe ajudar a se localizar dentro de construções. Ou seja, é um mapa “interno”. Mesmo que o recurso ainda não compreenda todos os prédios públicos, no Brasil, você pode usar o Maps em locais como os aeroportos de Brasília e Guarulhos, os shoppings Cidade Mall e Estação BH, as arenas Pantanal e Castelão e o Theatro Municipal de São Paulo — para conferir a lista completa, clique aqui.

3. Boneco amarelo

Se você sempre se perguntou o que é aquele bonequinho amarelo no canto do Google Maps, arraste a figura até uma rua e saberá. Ele serve como ponto de entrada no Street View.

2. Lado selvagem do mundo

Se você sempre quis explorar o mundo, mas o seu sofá é bem mais confortável — ou a carteira não permite a viagem — o Google Treks é um Maps em lugares “ermos”. Por exemplo, você pode conhecer as montanhas do Nepal, as geleiras do Alasca ou o Taj Mahal, na Índia.

1. Easter Eggs

Como muitos produtos da Google, o Maps também tem uma parcela de easter eggs bem divertidos. Vamos listar alguns deles.

  • Na direção de “Fort Augustus” para “Urquhart Castle”, se você escolher as opções de viagem, vai descobrir que é possível pegar uma carona com o Monstro do Lago Ness.
  • Na direção de “Snowdon” para “Brecon Beacons”, quem te leva para viajar é um dragão.
  • Se você soltar o bonequinho amarelo na Área 51, em Nevada, ele se torna uma nave espacial.
  • Usando a função Time Travel, o boneco amarelo se torna no Dr. Brow, de “De Volta Para o Futuro”.

 

FONTE(S)

20 mitos e verdades sobre academia

Sabe aquelas teorias que a gente nunca sabe se são verdadeiras ou não, mas acaba contando às amigas? Muitas podem levá-las a cometer erros quando o assunto é atividade física. Com a ajuda de especialistas, desvendamos algumas para você

academia

Nada de se preocupar: a corrida não faz o bumbum cair! | Foto: Fabio Mangabeira 

O exercício só dá resultado se sentirmos dor depois

Mito. A dor está relacionada à intensidade do exercício, à preparação de seu praticante e à resposta do organismo. Nem sempre os exercícios causarão dor e isso não quer dizer que não estejam funcionando. Aliás, sentir muita dor depois dos treinos pode sinalizar aprática incorreta. Por isso, peça auxílio ao instrutor para correção da execução, da postura e adequação de séries de acordo com o seu perfil.

Treinar em jejum emagrece

Mito. Para emagrecer é preciso ter um balanço calórico negativo, ou seja, gastar mais calorias do que se ingere. E para favorecer essa queima calórica durante a atividade física, precisamos estar fortes e descansadas. O jejum nos deixaenfraquecidas, limitando a performance e inibindo o gasto de calorias.

Quem malha muito e para de repente pode ver tudo despencar rapidamente

Mito. Pelo contrário, o treinamento feito até então permite um aumento do metabolismo que persiste muito mais do que em um sedentário. Se a pessoa gradativamente for reduzindo seus treinos, a sensação de diminuição da firmeza muscular demora mais a acontecer”, afirma Marcos César Rodrigues, professor da unidade Jardins da Fórmula Academia (SP).

O apetite aumenta com a prática de exercícios

Verdade. O gasto de energia resulta, sim, em uma sensação de fome aumentada. “Fique atenta ao que come e o quanto come. Senão, fica difícil ver os resultados”, diz Giba Ambrogi, professor da academia Bio Ritmo (SP).

A corrida faz o bumbum cair

Mito. De acordo com Marcos César Rodrigues, essa é uma ilusão criada devido ao movimento dos glúteos durante a corrida. No entanto, o efeito da atividade aponta para o resultado oposto. “A corrida fortalece a musculatura local, enrijecendo a região”, garante.

Praticar atividade física com roupas escuras ou com o corpo envolvido em plástico acelera a queima de gordura

Mito. Vestimentas com essas características não aumentam a queima de calorias. O que ocorre é uma elevação da temperatura corporal, que ocasiona liberação de suor. Assim, o organismo perde líquido e, ao subirmos na balança, temos a impressão errônea de que houve perda de gordura. Escolha sempre roupas confortáveis — que não causem abafamento — e adequadas ao tipo de atividade que irá praticar. É importante que não comprometam os movimentos nem o equilíbrio natural do corpo.

Antes da atividade física é preciso comer uma fonte de carboidrato. Senão, o corpo queima massa muscular em vez de gordura

Verdade. “Esse tipo de nutriente fornece bastante energia para o treino. E se suas reservas não estiverem adequadas, o corpo queimará a massa magra, o que é prejudicial para a saúde”, explica Emy Takahashi, nutricionista do Grupo Stancanelli (SP). Dúvidas sobre a quantidade? Consulte um especialista.

Nosso corpo queima mais gorduras depois de 30 minutos de exercício

Verdade. O metabolismo de gorduras é acelerado na presença de algunshormônios que são secretados pelo corpo humano na corrente sanguínea. Até que esses hormônios atinjam a concentração ideal, são necessários, em média, 30 minutos de exercício. “No entanto, depois de algum tempo de prática, o corpo necessita de um menor nível destas substâncias para acelerar a quebra das gorduras”, conta o professor Giba Ambrogi.

Exercícios em que a frequência cardíaca é mais constante, como esteira e bicicleta, são mais eficazes para a perda de peso do que aqueles em que a variação do ritmo é grande, como step

Mito. A frequência cardíaca não exerce grande influência no processo de perda de peso. “O fator mais importante é a relação entre queima calórica, que vem da adoção de uma dieta balanceada associada à prática de exercícios físicos. Se queimarmos mais calorias do que ingerirmos ocorre a perda de peso”, diz o personal trainer Bruno Tadeu P. da Silva (SP). Pesquisas compararam os índices de emagrecimento de praticantes de corrida e musculação. O resultado foi semelhante. “A corrida mantém uma frequência cardíaca mais constante, já a musculação causa variações. Por isso, é indiferente”.

Alongamento depois da musculação pode favorecer a incidência de lesões

Verdade. “Nesse período, os músculos estão um pouco tensionados e forçá-los pode causar problemas no desempenho e aumentar o risco de lesões”, salienta Bruno Tadeu. Por isso, pegue leve! Alongue para induzir o corpo ao relaxamento e não exija muito da sua flexibilidade.

Na academia transformo gordura em músculos

Mito. É impossível transformar gordura em músculos. “O que ocorre é que um vai embora enquanto o outro chega. A ilusão de transformação acontece devido à pouca mudança do peso corporal observada na balança, quando se diminui a gordura e aumenta o volume muscular”, esclarece Marcos César Rodrigues, da Fórmula Academia.

Depois dos 35 anos é mais difícil ter resultados com a malhação

Verdade. Em média, a diminuição do metabolismo da mulher ocorre por volta dos 32 anos. Nos homens, algum tempo mais tarde: aos 36.

Quem deseja emagrecer pode adotar uma rotina de exercícios fracionada ao longo do dia. Não precisa fazer tudo de uma vez

Verdade. Segundo André Leta, diretor técnico da rede de academias Proforma (RJ), o Colégio Americano de Medicina Esportiva recomenda a realização de, no mínimo, 150 a 250 minutos de atividade moderada. “Esses 150 minutos podem ser distribuídos em treinos que contemplem cinco dias na semana, com duração de 30 minutos cada. Essa meia hora pode ser fracionada durante o dia, em blocos mínimos de 10 a 15 minutos de duração. Assim você pode realizar três etapas de 10 minutos ou duas etapas de 15 minutos no decorrer do dia”, diz.

O spinning (ciclismo indoor) machuca o joelho

Mito. Os movimentos exigidos durante o pedalar em uma bicicleta de ciclismo indoor são igualmente seguros para o joelho. No entanto, o mecanismo de catraca fixa do spinning exige cuidados extras, como o controle de ritmo e ajustes da bicicleta.

Quando bebemos água gelada durante o treino gastamos mais calorias

Mito. Realmente o organismo aquece a água que ingerimos e esse processo demanda energia. No entanto, o gasto calórico é insignificante: cerca de uma caloria por litro. Então, nem adianta apostar nisso. Mas lembre-se: beber água hidrata e faz bem para a pele.

Tomar um banho gelado após a musculação pode favorecer o ganho muscular

Mito. A teoria por trás deste mito defende que o aumento do fluxo sanguíneo, resultante do contato com a água em baixa temperatura, aumentaria o aporte de sangue nos músculos favorecendo sua recuperação e hipertrofia. “Para derrubar essa ideia, devemos lembrar que esta adaptação do fluxo sanguíneo diante da água fria ocorre em todos os compartimentos do corpo e não só nos grupos que foram estimulados durante o treinamento. Além disso, após a atividade física, a circulação de sangue já se mantém aumentada nos músculos exercitados, independentemente de se ter tomado banho gelado ou não. Portanto, tal atitude não causa nenhuma reação, positiva ou negativa, da resposta muscular”, analisa André Leta.

Combinar exercícios aeróbicos e anaeróbios é a melhor forma de emagrecer

Verdade. “A musculação ajuda na obtenção de um melhor desempenho na atividade aeróbica e, consequentemente, auxilia o praticante a perder peso de forma mais eficaz e sem a preocupação de desenvolver lesões”, opina Guilherme Dantas, coordenador da academia Physical (RJ).

Treinar de manhã traz melhores resultados do que no período da noite

Mito. É o ritmo biológico de cada pessoa que determina a melhor hora para treinar.

A musculação favorece o surgimento de estrias

Mito. “Isso só acontece com o uso de substâncias que façam a musculatura crescer de forma não natural, já que esses produtos causam um esticamento agressivo que pode gerar estrias”, alerta o professor Marcos César Rodrigues.

Musculação com pouco peso e várias repetições ajuda a emagrecer. O contrário só propicia ganho de massa muscular

Mito. Quem pega mais pesado na malhação também faz uma manutenção do peso. “A musculação, independentemente da sua carga, ajuda a acelerar o metabolismo. Estima-se que, no período pós-treino, os praticantes tenham o metabolismo 12% mais acelerado”, comenta Bruno Tadeu. E para mantermos a massa magra, nosso corpo despende mais energia do que quando há muita reserva de gordura.

 

Fonte: Corpo a Corpo

Aprenda a fazer um delicioso cupcake ecológico

cupcakes

Cozinhar é uma das coisas mais prazerosas para se fazer no tempo livre. Nada dá mais gosto de fazer algo diferente para alguém que você gosta. Um dos pratos que começaram a fazer muito sucesso de uns anos para cá é o cupcake.

Todo mundo já experimentou um desses bolinhos tão diferentes. Com vários sabores, o cupcake conquistou um público fiel e seu preparo não é difícil. E que tal fazer um desses integral e ecológico?

Usando ingredientes que seriam descartados, é possível fazer deliciosos bolinhos  que ajudarão no seu organismo, afinal, são ricos em fibras e proteínas. Confira abaixo uma receita de cupcake de casca de banana e inspire-se para a próxima data especial.

Você vai precisar de:

  • Uma xícara e meia de farinha de trigo integral
  • Uma xícara e meia de açúcar mascavo ou demerara
  • Uma colher de sobremesa de fermento em pó
  • Uma xícara de leite
  • Duas colheres de sopa de margarina
  • Duas bananas
  • Um ovo
  • Três colheres de chocolate em pó

Como fazer:

Primeiro verifique se as cascas de banana estão bem limpas. Bata no liquidificador, junto com o leite, uma colher de margarina, a gema e o açúcar. Quando estiver bem misturado, coloque a farinha de trigo e bata até conseguir uma massa homogênea.

Por último, acrescente as claras em neve e  o fermento em pó. Distribua em forminhas e deixe no forno por 20 minutos. Enquanto isso, faça o recheio com as bananas, margarina, açúcar e o chocolate. Coloque tudo isso em uma panela e mexa até as bananas desmancharem e virar uma calda.

Quando os cupcakes estiverem assados, basta abrir um pedaço e recheá-lo com a calda já fria. Para finalizar, com o auxílio de um saco de confeiteiro, coloque um pouco de creme de leite fresco batido ou chantilly em cima, tampando a abertura.

Depois disso, basta esperar esfriar e servir.

Fonte: Atitudes Sustentáveis

Cereal matinal caseiro (aprenda a fazer um cereal de verdade)

O que você está comendo no café da manhã está mais para sobremesa do que para cereal? Neste vídeo, Francine Lima escancara a quantidade de açucar nos “cereais matinais” e dá uma receita simples de café da manhã bem mais saudável e saboroso.

Fonte: Do campo à mesa

Band-aid inteligente ‘avisa’ quando é hora de tomar água

  (Foto: Creative Commons)

(FOTO: MC10)

Aágua é essencial para o funcionamento correto do organismo. Deixar de bebê-la pode causar sérios problemas, entre eles, a desidratação. O nosso corpo elimina líquidos de diversas maneiras – urina, fezes, suor -, e precisamos repor os sais minerais que perdemos durante esse processo, a melhor forma é bebendo água.

Mas como saber a quantidade exata de água a se ingerir ou quando? A MC10, uma empresa que desenvolve gadgets para atletas, usou a tecnologia para acabar com essa dúvida. Eles criaram o Hydration Sensor, algo muito parecido com um band-aid, que é posto sobre a pele e monitora os níveis de hidratação do corpo.

“Decidimos que era a hora dos seres humanos se adaptarem a tecnologia. Então, nós estamos fazendo a tecnologia se adaptar a nós “, declara o site do MC10.

Além da mobilidade e da medição, o Hydration Sensor envia alertas para um smartphone sincronizado para notificar o usuário quando e quanto ele deve beber. Ainda não temos essa tecnologia no Brasil, mas você pode entrar em contato com a MC10 para adquirir o seu band-aid que avisa a hora de tomar água.

Outros biosensores
Além do band-aid, a MC10 também produz outros biossensores. Os principais são feitos para monitorar a exposição à radiação ultravioleta do sol (UV), detectar produtos químicos no suor e medir a pressão arterial. Todos os sensores são sincronizados a um smartphone – através do dispositivo móvel o usuário pode acompanhar as medições e os avisos.

Fonte: Galileu

5 dicas para dormir mais rápido – mesmo que você esteja estressado

  (Foto: flickr - creative commons / Pedro Ribeiro Simões)

(FOTO: FLICKR – CREATIVE COMMONS / PEDRO RIBEIRO SIMÕES)

Você está com um problema para resolver. E ele está, literalmente, tirando o seu sono. Mas isso é péssimo não apenas por causa das olheiras – a falta de sono afeta seu organismo e seu humor, podendo causar ainda mais problemas. E você não quer que sua vida vire uma bola de neve de coisas ruins, não é? Confira essas dicas que vão te ajudar a dormir mais rápido e melhor, mesmo que você esteja estressado.

1. Ajuste a temperatura

A ciência diz que seu corpo adormece mais rápido quando está mais frio – por isso é tão bom tirar cochilos no inverno. Invista em um ar condicionado ou ventilador se você mora em uma região mais quente. Também vale prestar atenção ao excesso de cobertores.

2. Dê adeus aos eletrônicos

Se é hora de dormir é hora de dormir. Nada de ficar com o tablet, smartphone ou TV ligados. Além de colocarem novas ideias na sua cabeça (que podem provocar insônia), a luz azul desses aparelhos interfere com a capacidade de adormecer – basicamente porque nosso organismo acha que é dia.

3. Travesseiros são aliados

Em vez de dormir com vários travesseiros debaixo da cabeça (e colaborar com a dor nas costas), espalhe-os! Vale ‘abraçar’ um travesseiro, colocar uma almofada entre os joelhos e até sobre a barriga – deixe o seu corpo mais confortável. 

4. Faça exercícios durante o dia

Exercícios têm vários benefícios – dois deles são dormir mais rápido e por mais tempo! Mas a dica é fazê-los durante o dia e não em um horário próximo à hora da cama.

5. Ajuste a sua posição

O seu corpo reage diferente à posição na qual você vai dormir. Saiba qual é a melhor posição aqui!

Fonte: Galileu

GTA 5: veja curiosidades e ‘bizarrices’ do popular game de ação

GTA 5 foi lançado no final de 2013 como um dos melhores títulos da geração, além ser o último “suspiro” da franquia no PS3 e no Xbox 360. Desde então, o game ganhou versões turbinadas para os novos consoles e PCs. Repleto de conteúdo, o jogo conta com uma série de curiosidades e fatos interessantes. Confira agora:

GTA V: confira as melhores curiosidades sobre o game (Foto: Divulgação)

GTA V: confira as melhores curiosidades sobre o game (Foto: Divulgação)

Maior que Manhattan

Aqueles que tiveram a chance de jogar GTA V repararam que o mapa do game é muito grande, com diversas áreas e locais para se visitar. Porém, o que poucos sabem é que a área reproduzida é duas vezes maior do que a Manhattan. Além disso, a área total de GTA V é quase quatro vezes maior – contando com todas suas áreas –  do que o também imponente mapa do título Red Dead Redemption.

Plantas alucinógenas

Plantas transformam personagens em animais (Reprodução/YouTube)

Plantas transformam personagens em animais (Reprodução/YouTube)

Escondidas por diversos cantos do mapa, as Peyote Plants são itens consumíveis que criam alucinações bizarras nos personagens, transformando-os em animais, que podem ser controlados por alguns instantes. Entre as transformações disponíveis estão cães, coelhos, galinhas e até aves, que permitem uma rápida viagem pelos céus.

Referências a San Andreas 

Um dos mais aclamados títulos da série, GTA San Andreas também se passou em Los Santos. Durante o game, é possível reparar em algumas referências, como uma missão realizada em Grove Street, rua do antigo protagonista: CJ.

Em outra missão, CJ chega a ser citado, como um dos requerimentos para conseguir o rank ouro da tarefa. Trata-se de uma missão envolvendo motos, que lembra muito uma vista em GTA SA.

Grove Street está no game (Foto: Reprodução)

Grove Street está no game (Foto: Reprodução)

Android, iOS e Selfies

Entre as diversas novidades de GTA V, os novos smartphones dos personagens talvez sejam os mais úteis e interessantes. Além de só funcionarem como um menu extra, os aparelhos podem tirar fotos dos personagens – inclusive, selfies, com direito a poses, caretas e filtros -, que podem ser publicadas nas suas redes sociais reais.

Outro fato curioso é a referência aos sistemas de smartphones mais populares do mercado. Michael usa um telefone que é uma clara referência ao iPhone, enquanto Franklin e Trevor usam versões inspiradas em Android e Windows Phone, respectivamente.

Selfies têm efeitos e poses (Foto: Reprodução/Murilo Molina)

Selfies têm efeitos e poses (Foto: Reprodução/Murilo Molina)

Quebrador de recordes

Além do assustador sucesso entre os fãs de games, GTA V também foi responsável por algumas marcas dignas de recorde mundial, que foram registradas pelo Guinness, responsável pelo livro. O game foi o produto de entretenimento que mais faturou em apenas 24h depois do lançamento e também o que bateu a marca de US$ 1 bilhão em menos tempo.

Rei dos Easter Eggs

Com um mapa tão rico, era impossível que GTA V não contasse com dezenas de easter eggs interessantes espalhados por sua campanha. São segredos e brincadeiras para todos os gostos: bolas gigantes, extraterrestres congelados, naves especiais, fantasmas, teorias da conspiração, monstros gigantes e muito mais.

Jesus é um dos Easter Eggs do game (Foto: Reprodução/Murilo Molina)

Jesus é um dos Easter Eggs do game (Foto: Reprodução/Murilo Molina)

Derrubando Hollywood

Nem mesmo alguns blockbusters de Hollywood foram páreo para o grandioso investimento da Rockstar em GTA V. Alguns exemplos comentados foram os longas Watchmen e Prometeus, que tiveram seu orçamento batido pelo game.

Nos mínimos detalhes

Além dos belíssimos gráficos, enredo envolvente e ótimo modo online, GTA V também chama a atenção pela reprodução dos pequenos detalhes, que deixam tudo mais interessante e convincente.

Desde roupas molhadas, sons de sapatos ensopados e chinelos batendo no chão até luzes internas que se acendem ao abrir as portas dos carros e o ruído abafado das rádios quando as portas estão abertas, é difícil não se impressionar com o capricho da Rockstar.

Redes sociais vivas

Redes sociais contam com personagens e até promoções (Foto: Reprodução)

Redes sociais contam com personagens e até promoções (Foto: Reprodução)

Desde o início, é possível acessar a rede social LifeInvader, uma espécie de Facebook do universo de GTA, disponível nos smartphones dos personagens. Um fato bastante curioso é que essas redes sociais se atualizam com o avanço na campanha, seguindo os acontecimentos do enredo.

Caso nunca tenha reparado nisso, vale a pena dar uma conferida na página de tempo em tempo, enquanto cumpre diferentes missões.

Zumbi de Vinewood

Com vários personagens inusitados e engraçados, o zumbi escondido em Vinewood é um dos mais interessantes. Quando você chegar ao lugar inspirado na calçada da fama, é possível bater um bom papo com o comedor de cérebros.

Zumbi de Vinewood é uma das curiosidades do game (Foto: Reprodução)

Zumbi de Vinewood é uma das curiosidades do game (Foto: Reprodução)

 

Fonte: TechTudo

%d blogueiros gostam disto: