Arquivo mensal: novembro 2016

5 brasileiros que usaram a criatividade para se destacar nos seus negócios

Quem não quer ter uma grande ideia e começar um negócio “bombástico”? Tem gente que passa a vida toda tentando… Enquanto outros decolam com apenas um ponto de partida. Mas nem tudo são flores!

Aqui no Hypeness já falamos várias vezes sobre as dificuldades que enfrentamos para começar um negócio na internet. E deixamos sempre o mesmo aviso: é preciso ralar muito! E, além disso, ficar de olho em tudo o que envolve um negócio, se organizar, ter controle das contas e muitas outras coisas que você nem lembra, mas que vão surgir no caminho. Por isso, adoraríamos que nos tivessem mostrado, lá atrás, em 2011, um projeto como a ContaAzul, especializada em resolver esse tipo de perrengues para quem está começando a se aventurar.

E quando a inspiração te faltar, olhe para exemplos como esses:

1. O vendedor de água que usou a criatividade para melhorar seu negócio no trânsito de SP

Divertidíssimo, Rodrigo de Oliveira Silva, 28, teve um insight maravilhoso para animar as ruas de São Paulo. Ele se vestiu de garçom para vender bebidas no trânsito. Não é demais? Imagine a seguinte situação: você está passando por um dia super estressante quando, de repente, encontra Rodrigo na rua. Um sorriso ele provavelmente arrancará de você!

Saiba mais sobre a sua história (e até quantas garrafinhas de água ele vende por dia aqui!

RuaAgua_destaque

2. A brasileira que faz até R$ 600 mil por mês vendendo coxinhas a R$ 1

Essa aí já acertou de primeira: coxinha. Como não amar? A capixaba Lorena de Carvalho, 22, ficou conhecida como “Rainha das Coxinhas” por se destacar na venda do salgado mais popular do país! Tudo começou com um investimento inicial de R$ 60 mil e uma pequena lanchonete que vendia copos com mini-coxinhas a partir de R$ 1. Hoje muita coisa mudou e ela chega a faturar R$ 600 mil por mês com o negócio. Mas uma coisa ainda é a mesma: o valor.

Clique aqui e conheça mais sobre a dinâmica da franquia que um dia já foi lanchonete.

coxinha2

3. O ex-vendedor de sanduíches na praia que hoje faz sucesso com franquia de fast food saudável no RJ

De coxinhas a lanche natural: porque o Brasil é um país de todos! Brincadeiras à parte, agora vamos te contar uma história do Raphael Krás, 27, que vale a pena conhecer.

Tudo começou quando, aos 19 anos, seus pais decidiram cortar a sua mesada e ele precisava de algum jeito manter aquela graninha mensal. Foi aí que seu avô lhe emprestou R$ 50 e ele investiu em hambúrgueres vegetarianos. Isso porque o Rafa já frequentava as praias do Rio e percebeu uma mudança de comportamento para uma alimentação mais saudável. Hoje ele franqueou seu negócio e vende mais de 200 lanches por dia. Boa garoto!

hare10

4. O homem que fundou uma escola de inglês e hoje é reconhecido como parâmetro de sucesso no país

Você provavelmente já deve ter ouvido falar da WiseUp? A rede de escolas de idiomas começou com a ideia do Flávio Augusto da Silva, 43, considerado hoje um dos líderes mais admirados do Brasil. Todo esse mérito porque ele é um empreendedor nato. Começou com um negócio, hoje já tem outro – mudando sempre de ramo e se reinventando.

De educação a time de futebol, Flávio começou a empreender com R$20 mil do cheque especial a uma taxa de 12% ao mês. Saiba que fim deu essa história aqui.

flavio-augusto-silva2

5. A mãe que transformou a falta de tempo com as filhas em oportunidade de negócio

Para representar o empoderamento feminino das brasileiras, não poderíamos deixar de contar a história carioca Patrícia Marinho, 42. Pensando na rotina maçante que pais e mães passam e se sentem culpados pela falta de tempo com os filhos, ela criou um espaço que oferece soluções práticas e inventivas para famílias dividirem uma convivência agradável e produtiva.

A Patrícia é mãe da Carol e da Gabi e conta que com a maternidade passou a repensar na forma de como aproveita o seu tempo. E disso fez seu negócio. Saiba mais.

tempojunto home

E aí, ficou inspirado depois desses exemplos? Lembre-se que nunca é tarde para investir nos seus sonhos! Porém, ter sucesso em um negócio criativo vai muito além da ideia. Você precisa estar aliado a serviços inovadores que sejam compatíveis ao nível do seu negócio.

Os perrengues acontecem e os problemas financeiros existem. E acredite: dicas de quem entende realmente do assunto podem fazer a diferença entre colocar seu negócio de pé ou matá-lo à nascença. Por isso curtimos tanto a proposta da ContaAzul, que oferece serviços de gestão financeira para quem precisa de tempo e espaço para criar.

Ao todo, a ContaAzul já apoiou mais de 500 mil empresas de diversos segmentos, deixando-as livres para aumentar a produtividade com toda a segurança. Além disso, o time da ContaAzuloferece atendimento personalizado e online, fazendo de tudo para não atrapalhar seu ritmo de produção, atendimento e vendas.

Faça a gestão de sua micro e pequena empresa ficar muito mais simples, rápida e eficiente e comece a experimentar a ContaAzul agora. E boa sorte com o negócio!

Todas as fotos: Reprodução

 

Fonte: Hypeness

Japão vai construir uma muralha de gelo para descontaminar Fukushima

Em 2011, um tsunami criado por um terremoto atingiu a usina de Fukushima (Japão) e acabou ocasionando um grande acidente nuclear.

O acidente foi considerado o maior desastre natural desde o acidente nuclear de Chernobyl. E, infelizmente, o acidente fez com que a usina liberasse muita radiação na água do mar.

Já aconteceram tentativas de retirada do material radioativo da área, mas as altas temperaturas e a própria radioatividade acabaram com a ideia.

Então, os japoneses decidiram criar uma muralha de gelo para acabar com o problema!

Para entender isso, você vai precisar entender como funcionava a usina.

A usina de Fukushima produzia energia com uma série de reatores que eram colocados em contato com toneladas de água. Assim, o líquido evaporava e o vapor movimentava as turbinas para gerar energia.

O projeto japonês consiste em usar tubos refrigerados localizados a 30 metros de profundidade. Quando ligados, esses tubos criarão uma barreira de gelo (com cerca de 1,5km de extensão) para cercar toda a área nuclear.

Todo esse projeto vai custar cerca de R$ 1 bilhão. E, acredite se quiser, se tratando de um grande projeto este é um valor baixo.

Logo abaixo você pode conferir um vídeo sobre o assunto:

 

Fonte: Mistérios do Mundo 

 

Designer Russa criar bonecas artesanais de porcelana usando ouro, prata e cristais Swarovski

A artista russa Marina Bychkova tem dedicado sua carreira para criação de bonecas de porcelana com um olhar misteriosamente triste para adultos.

 

Quando criança, a autora achava que bonecas infantis produzidas em massa eram muito chatas. Então, quando Marina tinha apenas 6 anos de idade, começou a fazer suas próprias bonecas. Esse interesse aumentou  quando iniciou seus estudos na Emily Carr Institute of Art and Design.

Confira as fotos abaixo:

enchanted-sad-porcelain-dolls-marina-bychkova-2 enchanted-sad-porcelain-dolls-marina-bychkova-10 enchanted-sad-porcelain-dolls-marina-bychkova-15

Fonte: Catraca Livre 

Designer usa criatividade para alertar para o que os doces podem fazer com pessoas com diabetes

O designer Nattakom Jangsem, de Bangkok, Tailândia, criou uma série de anúnciosterrivelmente doces a fim de conscientizar os males que o açúcar traz para os diabéticos.

Ele usou os ‘próprios vilões’ na pele para simular feridas abertas, lembrando que algumas das consequências de quando a doença não é tratada são infecções e o retardamento do processo de cicatrização. Então, lembre-se: docinhos são uma delícia e, quando consumidos com moderação, uma ótima pedida, principalmente para a Páscoa que se aproxima. Mas o excesso pode ter consequências bem graves.

Veja abaixo a série de anúncios Sweet Kills (Doce mata), aos quais é impossível ficar indiferente:diabetes1

diabetes3

diabetes2

 

Todas as imagens © Nattakom Jangse

 

Fonte: Hypeness

Whoopi Goldberg lança linha de produtos com maconha para cólicas menstruais

Além de atriz, Whoopi Goldberg é conhecida pelo seu ativismo a favor dadescriminalização da maconha. Nesta quinta, dia 31, ela anunciou o lançamento de uma linha de produtos baseados na maconha para ajudar mulheres que sofrem de dores menstruais.

divulgaçãoA atriz, comediante, empresária e apresentadora de 60 anos disse, em entrevista ao jornal americano USA Today, que cólicas e dores na menstruação “não são brincadeira” e que sua linha de produtos não é para “quem quer ficar chapado”, mas sim para aliviar dores de um jeito calmante e relaxante.

“Fumar um baseado ajuda com a dor, mas você não pode trabalhar depois. Esse produto é para quem quer aliviar a dor sem problemas. Você pode carregar na bolsa e esfregar a loção na barriga e nas costas no trabalho, chegar em casa e colocar na banheira ou fazer chá, e esse tempo todo vai poder trabalhar sem problemas”, diz ela.

No começo, a linha só estará disponível na Califórnia, onde o consumo para uso médico é regulado. Os produtos são uma parceria de Whoppi com Maya Elisabeth, uma empresária defensora do uso médico da maconha.

produtos

Fonte: Catraca Livre

%d blogueiros gostam disto: