‘Limpa o salão’ em público? Confira 7 passos para se livrar dessa mania

Essa matéria vai ser muito útil para você que sofre com a mania de cutucar o nariz. Essa matéria também serve para você que se incomoda ao ver alguém praticando o esse hábito nada higiênico e também nada saudável. O que dizer daqueles que partem para um nível acima do limite da nojeira e comem as melecas que tiram do nariz?

Enfim, por mais que seja um hábito comum à significativa parcela de aproximadamente 90% da população, o hábito de cutucar o nariz, mesmo que rápida e disfarçadamente, pode ser muito prejudicial à saúde. Mais do que isso, o hábito pode já estar relacionado a um problema de saúde. Por isso é importante entender que muitas vezes já é um quadro crônico.

Estudado com mais notabilidade desde 1995, o hábito de cutucar o nariz foi tema de algumas pesquisas desde então, e, segundo Jason Goldman, do site da BBC, as elas mostraram alguns pontos importantes sobre esse hábito. O primeiro deles é que se trata de uma mania de infância que, na maioria dos casos perdura para todo o resto da vida se não tomadas as devidas providências.

Além disso, “cutucadores de nariz” compulsivos podem causar danos à sua própria saúde e à saúde das pessoas que os cercam. Em casos mais dramáticos, esse hábito se tornou tão forte que algumas pessoas relataram ter machucado as vias nasais de forma séria, inclusive abrindo buracos entre as narinas. Nessa condição, houve casos nos quais foi necessário um procedimento cirúrgico e, mesmo assim, a cicatrização foi atrapalhada exatamente pela dificuldade da pessoa em parar com a mania.

Além da sua própria saúde, os cientistas alertam que há um risco maior da transmissão de doenças por bactéria, na medida em que as pessoas que mantém seus narizes “livres de catota” facilitam a proliferação desses organismos. O ambiente fica mais propenso a uma concentração maior de bactérias do que nas pessoas que não mantém esse hábito.

Mesmo com toda a incidência e os riscos, a “rhinotillexomania”, como a ciência chama o hábito de cutucar o nariz, não é considerada uma doença ou um sintoma de Transtorno Obssessivo Compulsivo (TOC), como o ato de roer unhas ou de arrancar os pelos do nariz. Se trata apenas de uma mania e, sendo assim, nós pegamos sete passos apresentados pelo site WikiHow para ajudar você que sofre deste mal e quer saber como parar. Confira:

1. Você tem um problema. Aceite isso.

Você acha que é uma “pequena cutucada” e que as pessoas não vão notar. Saiba que sim, as pessoas sempre notam e nunca gostam de ver isso. Se você tem como um hábito, você deixa de encarar o fato como um problema e isso passa a ser normal na sua consciência. Entenda que você precisa voltar a se conscientizar que tem um problema.

2. Tente investigar o que te faz cutucar o nariz com frequência

Se isso te deixa confortável, provavelmente é porque você tem uma sensação ruim ao evitar de fazer isso. Se você possui essa sensação ruim, com certeza você possui uma anormalidade que causa todo o problema. Uma boa dica é procurar um médico para saber se não há algo no seu nariz que faz você acreditar que precisa tirar as melecas.

3. Realize uma limpeza nasal todas as manhãs e todas as noites

Há soluções salinas naturais que podem ajudar a manter o seu nariz livre das tão repulsivas catotas. Procure realizar a limpeza regularmente. Sem meleca no nariz, não há nada que você possa tirar e faz você entender que não pode fazer isso. Um aparador de pelos do nariz também pode ajudar, na medida em que pelos em excesso na cavidade nasal podem entupir as vias e fazer você ter vontade de limpá-las.

4. Mude o seu comportamento

Boas dicas são procurar notar os momentos em que faz isso e trabalhar para evitar, ocupar as mãos e os dedos com outras atividades, fazer pequenas notas que a todo momento te lembrem que não pode cutucar o nariz, colocar um band-aid no dedo para que o hábito deixe de te causar conforto, entre outras. Lembre-se: acredita-se que um hábito leva 21 dias para ser quebrado, então procure impor a você mesmo a tarefa de não cutucar o nariz pelos próximos 21 dias.

5. Reformule o seu processo de pensamento

Reveja o que pensa sobre a sua situação. Tente pensar e afirmar para você mesmo que você vai parar com isso. Em vez de pensar em frases negativas como “não posso mais cutucar o nariz”, pense em algo como “meu nariz está ok”, “estou com as mãos ocupadas” ou “tenho mais o que fazer”. Isso ajuda o subconsciente a focar no seu objetivo, no que você pretende fazer.

Você também pode pensar no que você está fazendo de ruim cada vez que cutuca o nariz, como os germes que você está introduzindo no próprio corpo e as bactérias que está tirando dele para espalhar por aí. Ou ainda, tomar consciência do que as outras pessoas pensam de você quando veem que você está fazendo isso, e o possível bullying que possa sofrer.

6. Peça ajuda para outras pessoas

Seus familiares e seus amigos próximos vão entender melhor a sua situação. Explique para eles, peça ajuda. Combine um sinal discreto para que eles te alertem ao constatarem que você está fazendo isso em público. De uma maneira gentil, isso não vai causar constrangimentos a ninguém e vai te ajudar a superar o problema.

7. Se não puder evitar, pelo menos tente disfarçar ao máximo

Quanto mais você limpar o nariz em momentos nos quais está sozinho, menos vai precisar cutucar em público. Dessa forma, se a vontade de colocar o dedo nas cavidades nasais for irresistível, procure praticar o ato sórdido toda vez que vai ao banheiro. Ou, pelo menos, seja o mais discreto possível.

FONTE(S)

Anúncios

Publicado em 24 de agosto de 2015, em Comportamento, Curiosidades, Saúde e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: