Os 10 alimentos da felicidade

sorrisofrutas

Alguns alimentos podem promover a sensação de bem-estar devido a alguns de seus componentes nutricionais, como vitaminas e aminoácidos presentes. Podemos chamá-los de alimentos da felicidade, sobretudo se você os consumir com uma boa frequência e combinando uns com os outros.

Tais alimentos da felicidade podem beneficiar a todos nós, mas principalmente a pessoas que sofrem de depressão ou que estão passando por um momento de tristeza e consumindo os “alimentos antidepressivos” podem ajudar a prevenir que essa tristeza se prolongue muito se transformando em depressão.

Tomei o cuidado de relacionar nessa lista dos 10 alimentos da felicidade aqueles que normalmente temos em casa ou que compramos com frequência. Exemplo, os ovos podem ser substituídos pelo arroz e cereais integrais, mas poucas pessoas os consomem. Então, decidi escrever sobre algo mais próximo à nossa realidade.

Veja os 10 alimentos da felicidade:

  1. Banana: Bom-Humor
  2. Abacate: Acalma, energia
  3. Beterraba: Antifatigante
  4. Peixes de água gelada: Bom-Humor
  5. Gérmen de trigo: Calmante e anti-estresse
  6. Ovos: Ânimo, antidepressivo, calmante*
  7. Mel: Bom-Humor, energia
  8. Chocolate Amargo e cacau em pó: Bem-Estar, energia
  9. Chá verde: Bem-Estar, relaxamento
  10. Grão-de-bico: Bom-Humor, energia

 

Vamos conhecer os alimentos da felicidade 1 a 1 e o porquê dessa função:

1. Banana: A rainha das frutas pode ser considerada quase um alimento completo, já que, além das vitaminas é rica em carboidrato, ou seja, se em algum dia você precisar passar longas horas sem se alimentar (em uma maratona, em um dia de prova, …), a banana será sem dúvida um ótimo alimento, que garantirá energia extra.

A banana como alimento da felicidade

A banana é rica em triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, o neurotransmissor do bom-humor. Leia mais sobre os benefícios da banana.

2. Abacate: A fruta é rica em vitamina B3 (niacinamida), a qual age no sistema nervoso central regulando substâncias químicas do cérebro promovendo um efeito relaxante no organismo. A vitamina B3 mais ácido fólico, atuam como coenzima (aceleram a ação) de neurotransmissores do bom humor. Apenas cuidado com o excesso de calorias do abacate.

3. Beterraba: Rica em magnésio, mineral que atua promovendo energia e aliviando o cansaço.

4. Peixes de água gelada: Salmão, atum e sardinha atuam na felicidade por aumentarem a produção dos receptores de alguns neurotransmissores, tais como: a serotonina, a noradrenalina e a dopamina. Isso por serem ricos em Ômega3 (veja mais fontes de Ômega3). É particularmente útil em casos de depressão e TPM.

5. Gérmen de trigo: A parte nobre do trigo contém todas as vitaminas do complexo B, por isso diminui o nervosismo e estresse, atuando então, como um calmante natural.

6. Ovos: Tanto a gema quanto a clara são ricas em vitamina B1 (tiamina), a qual ajuda o organismo a converter glicose em energia. Além disso, esta vitamina imita a acetilcolina, um neurotransmissor que atua nas funções cerebrais relacionadas com memória e cognição. Por carrear (levar) o Inositol (ou vitamina B7), o qual exerce papel no correto funcionamento de outros dois neurotransmissores serotonina e acetilcolina, por essa razão o inositol atua como calmante e antidepressivo. Atenção! Não coma mais de 4 gemas por semana, devido ao colesterol (lembre que massa de bolo leva ovos).

7. Chocolate amargo, 1/2 amargo e cacau em pó: Consumido com moderação esse alimento promove a sensação de bem-estar devido à ativação da liberação de serotonina, além de ser riquíssimo em flavonoides, substância antienvelhecimento e protetora dos vasos sanguíneos. Mas é importante comer apenas ‘1 quadradinho’ por dia.

8. Mel: Rico em triptofano assim como a banana. O mel tem, ainda a função de regenerador da flora bacteriana intestinal, atuando junto aos lactobacilos presentes naturalmente no intestino. E como mais de 90% de todo nosso aporte de serotonina é produzida no intestino, o mel colabora para a regulação neuro-endócrina na produção de serotonina, a substância do prazer.

9. Chá Verde: Rico em polifenóis, o chá verde protege os neurônios protege os neurônios, proporcionando a sensação de bem-estar. 2 Xícaras por dia já são suficientes

10. Grão-de-bico: Ótima fonte proteica vegetal, dentre elas o aminoácido triptofano precursor da serotonina. Rico em cálcio e magnésio, que, em equilíbrio atuam no metabolismo cerebral, prolongando a sensação de bem-estar e diminuindo o cansaço.

* Veganos podem substituir os ovos por arroz e cereais integrais.

Texto: Renata Fraia – Farmacêutica

 

Fonte: Saúde com Ciência

Anúncios

Publicado em 22 de julho de 2015, em Culinária, Curiosidades, Dicas, Informação, Saúde e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: