Vovó de 86 anos vive em cruzeiro de luxo há uma década

Você já pensou no que vai fazer quando se aposentar? Quem sabe viver no campo, comprar uma casa tranquila na praia ou fazer alguma viagem dos sonhos? Pois bem, uma senhora de 86 anos de idade decidiu fazer algo diferente: viver permanentemente em um cruzeiro de luxo.

Claro que a brincadeira sai caro, cerca de US$ 164 mil (aproximadamente R$ 430 mil) por ano, mas o investimento vale a pena. A história começou quando Mama Lee, cujo verdadeiro nome é Lee Wachtstetter, ficou viúva. Seu esposo era um banqueiro e avaliador imobiliário que também amava cruzeiros.

Mama Lee em seu cruzeiro de luxo

 

Após ficar sozinha, a vovó decidiu não desistir da vida, seguiu o conselho de sua filha e partiu para uma viagem em alto-mar. Para financiar o “passeio”, ela vendeu sua casa de cinco cômodos na Flórida e mudou-se para um navio da Holland America Line, onde permaneceu durante três anos.

Quando enjoou do lugar, pegou as malas e foi para um cruzeiro de luxo da Crystal Serenity, um dos mais caros e bem avaliados do mundo. Hoje em dia, ela já é uma habitante do local há sete anos – sem contar as eventuais paradas em terra firme, é claro.

Realizando um sonho

Mamma Lee é um exemplo de que vale a pena continuar seguindo os sonhos. “Meu marido me apresentou ao cruzeiro”, contou a senhora em entrevista concedida ao Asbury Park Press. “Durante nossos 50 anos de casados, fizemos 89 viagens a bordo de barcos. Atualmente, eu já fiz quase mais uma centena e 15 cruzeiros pelo mundo afora”, explica.

Lee revela que adora dançar e que o Crystal Serenity é o melhor lugar para isso. Questionada sobre quantos países já visitou pelo planeta, a vovó informa que parou de contar no centésimo. “Vamos dizer que já estive em praticamente todos os lugares em que exista um porto”, brinca. Seus favoritos são os asiáticos, pois são muito diferentes dos americanos.

Atualmente, a senhora nem se incomoda mais em descer para a terra para visitar os outros países. “Quando todo mundo sai, fica tudo silencioso. Assim, eu posso ter o navio todinho pra mim”, diz a aposentada de 86 anos. Entretanto, Istambul é uma exceção, porque ela adora os preços baixos, as belas roupas e os acessórios que o local oferece – tanto é que precisa se controlar para não lotar sua cabine.

E quando bate a saudade?

A simpática vovó revela que o que mais sente falta é da família. Para aliviar a saudade, Lee conversa com seus três filhos e sete netos por meio do laptop. “Eu falo com pelo menos um deles todos os dias. Além disso, costumo visitá-los sempre que aportamos em Miami”, explica.

Infelizmente, uma de suas filhas faleceu, bem como todos os amigos próximos que ela possuía na Flórida. Lee conta que quando seus filhos eram novos, eles costumavam viajar em cruzeiros junto com ela, mas agora eles possuem suas próprias famílias e precisam cuidar delas.

“Um dia antes de meu marido falecer de câncer em 1997, ele me falou: ‘Não pare de navegar’. Logo, aqui estou eu vivendo uma vida de conto de fadas e livre de stress”, conclui a vovó.

Anúncios

Publicado em 26 de janeiro de 2015, em Comportamento, Curiosidades. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: