Band tenta evitar vazamento do vencedor do “MasterChef”

Master-Chef_Ana-Paula-Padrão_Band

O anúncio do vencedor da primeira edição do “MasterChef” será gravado horas antes do programa ir ao ar, no dia 23 de dezembro.

Esta foi a maneira encontrada pela direção da Bandeirantes para manter aceso o interesse do telespectador e evitar vazamento.

As gravações do "Masterchef" começam às 10h e terminam somente após 16 horas, nos estúdios da Band, no bairro do Morumbi, em São Paulo. Para que informações sobre as eliminações dos candidatos não vazem, cada um que entra no estúdio tem que exibir uma pulseira de identificação

As gravações do “Masterchef” começam às 10h e terminam somente após 16 horas, nos estúdios da Band, no bairro do Morumbi, em São Paulo. Para que informações sobre as eliminações dos candidatos não vazem, cada um que entra no estúdio tem que exibir uma pulseira de identificação

Os chefs de cozinha Henrique Fogaça, a argentina Paola Carosella e o francês Erick Jacquin. "O programa se torna atrativo não só pelo formato, pela criatividade dos candidatos ou pelas críticas dos jurados. O programa se torna atrativo também porque quem está em casa se identifica com os pratos que estão sendo feitos", opina Fogaça.

Os chefs de cozinha Henrique Fogaça, a argentina Paola Carosella e o francês Erick Jacquin. “O programa se torna atrativo não só pelo formato, pela criatividade dos candidatos ou pelas críticas dos jurados. O programa se torna atrativo também porque quem está em casa se identifica com os pratos que estão sendo feitos”, opina Fogaça.

Os jurados Henrique Fogaça, Erick Jacquin e a argentina Paola Carosella provam um dos pratos do "Masterchef". Para Paola, o cozinheiro nunca deve entrar em conflito com o cliente, caso erre o prato. "Se algo deu errado, o certo é aceitar a derrota. Já aconteceu comigo e fechei a boca. O cliente sempre tem razão. Também não cabe querer impor comida, a não ser que alguém peça sua sugestão", opinou a argentina

Os jurados Henrique Fogaça, Erick Jacquin e a argentina Paola Carosella provam um dos pratos do “Masterchef”. Para Paola, o cozinheiro nunca deve entrar em conflito com o cliente, caso erre o prato. “Se algo deu errado, o certo é aceitar a derrota. Já aconteceu comigo e fechei a boca. O cliente sempre tem razão. Também não cabe querer impor comida, a não ser que alguém peça sua sugestão”, opinou a argentina

Vocalista de uma banda hardcore, Henrique Fogaça, compara sua vida pessoal a profissional. "Acho que é aí que está o segredo de tudo. Eu canto e tenho uma banda porque gosto. Cozinho porque gosto. Se eu não gostasse, procuraria outra coisa pra fazer. Foi na cozinha que encontrei minha profissão. Aprendi a me organizar melhor. A cozinha me ensinou muita coisa", revelou, Henrique

Além de cuidar de seu restaurante e cantar em uma banda de hardcore, Henrique Fogaça também dá aula de culinária para crianças com necessidades especiais. “Desde 2008, faço parte do projeto ‘Chefs Especiais’. É uma ação muito gratificante pra mim. Cada aula a gente ensina alguma coisinha nova para cerca de 12 crianças. Me identifico muito”, diz ele, que é pai de uma menina com deficiência

 

Fonte: UOL

Anúncios

Publicado em 27 de novembro de 2014, em Culinária, Cultura, Curiosidades, Seriados e Desenhos e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: