Empresa transforma cinzas de mortos em diamante

Uma empresa suíça encontrou uma forma inusitada de eternizar a lembrança de pessoas queridas que já partiram. A Algordanza transforma as cinzas dos mortos em diamantes.

diamante

Assim os restos mortais de entes queridos podem ser carregados para qualquer lugar como joias (pingentes ou anéis), ao invés de serem depositados em urnas ou espalhados ao ar livre.

O que parece um negócio macabro é na realidade apenas o aproveitamento comercial de uma realidade biológica: seres humanos têm na sua composição química uma percentagem de carbono. Em contato com a terra, esse elemento passa por um processo que chega a durar milhões de anos antes de se transformar em diamante.diamante1

A ideia da Algordanza, segundo seus fundadores — Rinaldo Willy e Veit Brimer, é acelerar essas etapas através do uso de alta tecnologia. Compressores especiais do tamanho de pequenas geladeiras utilizam a pressão de 50 mil bar e o calor de 1.200 graus centígrados para comprimir as cinzas. Dessa forma a estrutura molecular do carbono é modificada e ele se transforma em diamante.

diamante3

Dependendo do tamanho da pedra e das características das cinzas, o processo pode durar entre cinco e doze semanas.

Uma peça de meio quilate pode custar 3.700 e a de um quilate, 6.400.diamante5

diamante4

No Brasil, a Crematório Vaticano, que atua em Santa Catarina e no Paraná, oferece este tipo de serviço em parceria com a Algordanza.diamante6

diamante8

 

Fonte: Catraca Livre

Anúncios

Publicado em 16 de outubro de 2014, em Amor, Curiosidades, Design, Família e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: