7 coisas que afetam a maneira como você vê o mundo

Saiba como alguns fatores podem alterar a sua percepção de tempo, satisfação, ética e certos comportamentos

746100247008062231

O cérebro produz sensações que realmente alteram as nossas percepções em diversos aspectos. Porém, muitas vezes nem imaginamos a dimensão das mudanças que podem acontecer devido a pequenos fatores que acontecem em nossa vida.

Existem processos que parecem imperceptíveis em certo momento do nosso dia a dia, mas que podem alterar completamente como vemos o mundo ou como as coisas acontecem.

Afinal, todos nós gostamos de pensar que temos controle sobre essa coisa chamada “realidade”, mas a verdade é que alguns pequenos fatores podem alterá-la de maneiras inesperadas. Confira abaixo.

 

7 – A cor vermelha retarda a sua percepção de tempo

74610024714142637-t640

Em 2011, um grupo de cientistas britânicos aproveitou a presença dos visitantes do Museu da Ciência para organizar um experimento de grande escala. Eles banharam as pessoas com luzes de cores diferentes e pediram para elas informarem sobre quanto tempo achavam que tinha passado.

Os resultados mostraram que um minuto dura mais tempo quando o mundo é vermelho. Especificamente, eles descobriram que dura uma média de 11 segundos a mais.

Os pesquisadores explicaram que o vermelho nos deixa mais conscientes do ambiente. Esta hiperconsciência significa que o nosso cérebro é inundado com detalhes, que por sua vez faz com que o tempo pareça passar mais lentamente.

 

6 – A música pode afetar a sua satisfação com a comida

74610024714143227-t640

Já aconteceu de você ir ao seu restaurante favorito para comer uma refeição específica que adora, mas naquele dia a comida estava inexplicavelmente ruim? Provavelmente você irá culpar o cozinheiro que preparou, mas há outra possibilidade: a música que está tocando no ambiente.

Em 2012, pesquisadores em Illinois dividiram um restaurante em duas seções. Em uma delas tocava música suave, com pouca luz, enquanto a outra parte foi deixada como eles a encontraram. Eles então monitoraram os hábitos alimentares dos clientes em ambas as seções e pediam que eles avaliassem o seu nível de satisfação com os pratos.

Os clientes que estavam sentados na seção mais calma comeram menos de sua refeição e relataram que apreciaram bastante os alimentos. Por outro lado, os da seção “normal” comeram tudo, mas não gostaram muito da comida. Resumindo, dependendo da música, ela pode fazer até você comer sem vontade e engordar.

 

5 – O stress altera quem você pode achar atraente

74610024714143434-t640

Em 2012, um grupo de pesquisadores da Universidade de Newcastle, no Reino Unido, decidiu praticar uma pesquisa com certo nível de crueldade, reunindo 81 homens e deixando 40 deles o mais estressados possível.

Quando esses 40 participantes estavam no auge do stress, os pesquisadores mostraram a eles 10 fotos de mulheres com pesos variando de muito magras para obesas. Feito isso, eles pediram que os voluntários avaliassem a atratividade das moças das fotos. O resultado mostrou que o grupo estressado era mais propenso a escolher as mulheres com mais peso, enquanto o grupo descontraído considerou atraentes as mais magras. Estudos anteriores também já comprovaram esse resultado, mostrando que os homens sob pressão são mais propensos a cortejar mulheres mais fofinhas.

 

4 – Pílula anticoncepcional altera o olfato feminino

74610024714143739-t640

Para as leitoras do sexo feminino, se você está tomando a pílula, há uma grande chance de o medicamento estar alterando o seu sentido de olfato. Uma pesquisa italiana monitorou o ciclo menstrual de várias mulheres, demonstrando que ele afeta o olfato feminino. A capacidade de detectar cheiros fica muito mais aguçada durante a ovulação.

Por essa razão, como o anticoncepcional bloqueia a ovulação, ele também afeta a capacidade de ter o olfato apurado nesse período. No estudo, após três meses de uso de anticoncepcionais, as mulheres não foram capazes de detectar aromas sutis naquele que seria o seu período fértil.

Além disso, os pesquisadores constataram algo mais importante: acredita-se que esses aromas sutis podem determinar quem você acha atraente e não percebê-los pode mudar a sua percepção de como você é atraído por um parceiro.

 

3 – Pensar em dinheiro pode afetar a sua ética

7461002471414388-t640

Bom, que o dinheiro pode deixar as pessoas totalmente antiéticas, isso não é novidade, não é mesmo? É só olhar um pouco à nossa volta, nos crimes e na corrupção. Em 2013, um grupo de pesquisadores de Harvard realizou um experimento envolvendo jogos de palavras e atividades relacionadas a negócios.

Durante a rodada de jogos, um número de indivíduos foi inconscientemente exposto a palavras relacionadas com dinheiro, enquanto o resto recebeu frases “neutras”. Então, todos eles tiveram que tomar decisões de negócios. Quer adivinhar o que aconteceu? Aqueles que tinham sido expostos a palavras como “custo”, “dinheiro” e “comprar”, abandonaram sua ética em favor de mentiras e fraudes, mesmo quando isso não lhes dava qualquer vantagem.

O simples pensamento de dinheiro era aparentemente o suficiente para bagunçar a sua “bússola moral”, na medida em que o comportamento antiético, como mentir, parecia facilmente justificável. Ou seja, quando o assunto é dinheiro, o pior da pessoa pode aflorar.

 

2 – Sua percepção do tempo depende de seu sexo

74610024714143937-t640

Ao longo dos anos, uma série de estudos sugeriu que o sexo feminino e o masculino experimentam tempos diferentes. Já em 1992, os pesquisadores descobriram que homens e mulheres colocados em uma sala escura com redução de ruído estimaram o tempo com respostas muito diferentes entre os sexos.

Alguns anos mais tarde, outro estudo descobriu que as mulheres depressivas sentiram que o tempo passou mais rápido do que suas contrapartes masculinas. Talvez essa diferença na percepção de tempo entre os sexos explique muita coisa, não é verdade?

 

1 – O café pode reduzir os pensamentos suicidas

74610024714144217-t640

Muita gente passa por momentos tristes e até insuportáveis de viver algumas vezes. Seja qual for o motivo, o importante é buscar ajuda com a família, amigos ou mesmo com um profissional em psicologia, além de tomar umas boas xícaras de café. Por quê? Porque estudos têm demonstrado que a ingestão dessa bebida pode afastar os pensamentos suicidas

De acordo com pesquisadores de Harvard, uma xícara de café mudar a sua percepção negativa do mundo. O estudo acompanhou cerca de 200 mil pessoas ao longo de 20 anos, verificando as taxas de suicídio entre aqueles que beberam ou não café regularmente.

Estranhamente, eles descobriram que aqueles que consumiam ao menos uma xícara de café por dia tiveram seu risco de suicídio reduzido em cerca de 50%. A teoria é que a cafeína age como um antidepressivo leve, pois aumenta a produção de neurotransmissores no cérebro.

Porém, existe um problema: em excesso o café faz mal para você.  Um estudo finlandês concluiu que beber oito ou mais xícaras por dia aumenta o risco de automutilação e suicídio, o que significa que esta é uma solução milagrosa que definitivamente só funciona com moderação.

 

Fonte: List Verse | MegaCurioso | Claudia Borges

Anúncios

Publicado em 15 de janeiro de 2014, em Curiosidades. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: