Conheça seis invenções (acidentais) que mudaram o mundo!

Você já imaginou que algumas das invenções mais incríveis da humanidade podem ter sido descobertas por puro capricho do destino? Pois isso não só é uma notória verdade, como vamos elencar aqui seis descobertas acidentais, que conseguiram imprimir seus nomes na história da evolução da humanidade. Vamos a elas:

Penicilina

Fonte da imagem: Divulgação/MNN

Fonte da imagem: Divulgação/MNN

Penicilina é o primeiro antibiótico conhecido pela humanidade. Essa benesse foi descoberta pelo jovem bacteriologista Alexander Fleming, que após voltar de uma viagem de férias, descobriu que uma placa de petri deixada descoberta apresentou uma cultura externa, que acabou matando várias das bactérias presentes na placa. Constatado isso, Fleming identificou os agentes da matança como sendo penicillium notatum, e mais tarde ele também descobriu que eles podiam ser administrados em pequenas quantidades em favor da saúde humana.

Forno de micro-ondas

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

A tecnologia que permite a atual sobrevivência de milhares de jovens em todo o mundo também é fruto do acaso. Em 1940, durante o período da Segunda Guerra Mundial, a empresa americana Raytheon estava trabalhando em tubos magnetizados para serem usados em radares de defesa, quando um engenheiro notou que uma barra de doce em seu bolso derretia quando ele se aproximava dos tubos, justamente devido às micro-ondas de calor.

Então, Percy Spencer foi capaz de manipular essa tecnologia e colocá-la dentro de uma caixa fechada, que emitia essas micro-ondas de maneira controlada. É claro que o engenheiro patenteou a invenção, que só foi chegar aos lares dos Estados Unidos quase na década de 1970. Só podemos dizer: “Obrigado Spencer!”.

Raios-X

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Em 1895, o físico alemão Wilhelm Conrad Röntgen estava realizando testes com um tubo de raios catódicos e a capacidade de iluminação com o choque dessas partículas, quando ele percebeu um papel coberto com uma solução de platinocianeto de bário começou a brilhar no outro lado da sala. Röntgen sabia que os raios catódicos não poderiam ter ido a uma distância tão longa, então resolveu chamar o que quer que tenha causado o ocorrido de “raios X”, devido ao desconhecimento do fenômeno.

Após essa constatação, o cientista estudou mais profundamente esse fenômeno, até descobrir que esses raios afetavam papéis fotográficos. Mais do que isso, eles eram capazes de imprimir imagens dos ossos das pessoas (e de metais presentes nos corpos, como um anel). Essa descoberta rendeu a Röntgen o prêmio Nobel de Física de 1901 e contribuiu de maneira significativa para o avanço da medicina atual.

Vidro laminado (“Safety Glass”)

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Antigamente, um dos maiores problemas envolvendo acidentes de automóveis eram os estilhaços de vidro provenientes do pára-brisa do carro, após uma colisão. No entanto, certa vez, o químico e artista francês Édouard Bénédictus derrubou uma peça de vidraria dentro de seu laboratório. Ao cair no chão, o frasco quebrou, mas para a surpresa do descuidado químico, o vidro não espalhou pedaços.

Bénédictus constatou que o vidro do frasco manteve-se unido em razão da evaporação de água, que deixou apenas celulose presente. Com isso, o cientista resolveu patentear a invenção, que sofreu muita rejeição da indústria. Então, depois do sucesso obtido com o uso da tecnologia anti-estilhaços na Primeira Guerra Mundial e com algumas alterações nos compostos básicos, o vidro laminado é usado até hoje em todo o mundo.

Cookies com gotas de chocolate

Nem todas as descobertas feitas ao acaso são derivadas de testes secretos realizados em laboratório, nem tampouco de experiências realizadas por cientistas. Nesta caso, os biscoitinhos especificamente feitos com pedaços de chocolate são atribuídos ao descuido de uma senhora chamada Ruth Wakenfield, dona de uma espécie de pousadinha em Massachussets (EUA).

Conta a lenda que, em 1937, a dona Wakenfiield inadvertidamente colocou pedaços de chocolate de uma barra, em vez do tradicional doce próprio para confeiteiro. O resultado da empreitada foi a descoberta do sabor de cookies mais apreciado em todo o mundo, com pedaços firmes de recheio ao invés do convencional chocolate derretido.

Os cookies de chocolate mudaram o mundo? Possivelmente não diretamente. Mas imagine o tanto de pessoas que ficaram mais felizes no seu dia a dia depois de comer um desses biscoitos quentinhos no final da tarde?

Viagra

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock

Desde os primórdios das organizações sociais e da manipulação de substâncias a fim de curar gripes ou doenças, a humanidade busca maneiras de prolongar a vida sexual das pessoas (ou mesmo melhorar o desempenho durante o ato). É também desde sempre que há quem jure que possui alguma receita mágica para elevar a libido (entre outras coisas), misturando plantas, frutas, sementes moídas ou algum outro ingrediente secreto.

Mas o acontecimento que entregou o Viagra (tendo como princípio ativo o Citrato de sildenafila) aos humanos foi acidental. Em vez de procurar um jeito de tratar a impotência sexual, no fatídico teste, os cientistas estavam experimentando o sildenafil no tratamento de hipertensão e outras doenças cardíacas. Depois de notar o “crescimento” da libido masculina, a Pfizer prontamente fez o favor de patentear a medicação em 1996, sendo que ela foi aprovada para o uso atual dois anos mais tarde. A descuidada descoberta rende à companhia mais de US$ 1 bilhão por ano.

 

Fonte: Megacurioso

 

 

 

 

 

Anúncios

Publicado em 27 de novembro de 2013, em Curiosidades, Entretenimento e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: